banner desktop banner mobile

Duração da Residência Médica no Brasil tende a aumentar

Duração da Residência Médica no Brasil tende a aumentar

A duração da residência médica no Brasil, que hoje, segue o tempo médio de duração é de 2 a 4 anos,  tende a aumentar.

No entanto, a residência médica é uma modalidade de pós-graduação para médicos que querem se especializar em alguma área da medicina.

Tendo em vista, que a duração da residência médica está sendo discutida entre especialistas no ramo.

Afinal, cada área da especialização tem um tempo de duração, alguns com mais anos e outros com menos.

Aumento da duração da residência médica

Em 2006 foi aprovada pela Comissão Nacional de Residência Médica (CRNM) um ano de aumento no programa de residência médica de cirurgia geral.

Porém, a discussão sobre o aumento da duração da residência médica já é antiga, mas até agora não foi nada estabelecido.

Algumas áreas já estão aumentando a duração como a pediatria.

Embora não seja obrigatório, certamente, várias instituições estão adotando e a previsão é que em 2019 todas irão aumentar.

Em 2016 foi aprovado o aumento da duração da residência médica.

Porém, ele ainda está sendo debatida pela CNRM e não foi vigorado.

Afinal, são muitas as questões que surgem quando falamos desse aumento.

Então, se você quiser saber mais informações sobre isso, continue lendo esse artigo.


Tudo que Você Precisa Saber Sobre a Duração da Residência Médica

Duração da Residência Médica

A especialidade em neurologia também está prevista para ter um acréscimo de um ano.

No momento são 3 anos de duração e até 2019 acredita-se que vá para 4 anos.

Está previsto para o ano de 2017 que todas as áreas de especialização se reúnam para rever a duração da residência médica e também o conteúdo.

Os profissionais de cirurgia geral estão esperando os resultados do aumento de um ano da especialização.

Dos 3 anos de duração da cirurgia geral, está previsto que um ano de residência seja aplicado em uma Residência de Saúde da Família e Comunidade.

Essa medida é assegurada sobre a constituição e pode ser colocada em prática.

Previsão de aumento da duração da residência médica

Alguns fatores podem estar atrapalhando o andamento dessas discussões.

Falta de dinheiro para estudantes com bolsa de pediatria, cirurgia geral além de outras especialidades são alguns exemplos.

São mais de 250 instituições no Brasil que oferecem a residência médica e de cirurgia geral são mais de 300.

Ou seja, os investimentos nessas áreas podem não ser suficientes.

Por isso o aumento da duração da residência médica ainda continua sendo uma proposta.

As instituições de cirurgia geral estão preocupadas porque elas dependem de alguns programas da área básica.

Adicionando um ano na duração da especialização poderá ser incluso na cirurgia geral alguns programas de especialidades como pré-requisitos.

Entretanto, ainda nada foi definido.

Em conclusão,  ainda é necessário que todas as especialidades entrem em um consenso.

A fim de definir os pré-requisitos e a área básica da cirurgia geral e de outras especialidades.

Em andamento

As discussões ainda estão longes de acabar.

Há 10 anos, a CRNM discute junto com o programa de pediatria sobre o aumento da duração de residência médica no país.

A previsão para a Cirurgia Geral, Clínica Médica e Pediatria tenham 3 anos de área básica.

Entretanto, essa é apenas uma expectativa.

Mesmo porque, a crise financeira vem atrapalhando bastante no andamento e nas discussões desse aumento da duração de residência médica.

Duração da Residência Médica

Algumas medidas foram instituídas pela Lei, então veja algumas delas:

> Cumprimento de pelo menos 30% da carga horária do Curso de Medicina no SUS.

Isso foi feito pelas escolas tradicionais que tem prática direta com pacientes desde o início do 3º ano do curso de medicina.

> Igualar o número de vagas ofertadas em programas de Residência Médica com o número de residentes formados por ano.

> Algumas especialidades mais carentes terão interferência como a necessidade de prática de um ano em programa de residência médica em saúde da família e da comunidade.

Na clínica médica, pediatria, ginecologia e obstetrícia, cirurgia geral, medicina preventiva e social e psiquiatria serão especialidades sem acesso direto.

> Qualquer escola médica deve estar adequada nas diretrizes curriculares do Curso de Medicina até 2018.

Essas medidas foram discutidas e aprovadas provisoriamente.

Porém há muitas discussões a serem feitas sobre o aumento da duração de residência médica no Brasil.

Por isso, se você está fazendo residência ou pretende ingressar nos próximos anos, fique atento a todas as informações.

O programa Mais Médicos vem modificando bastante o modo como a medicina é ensinada no país e isso reflete também na residência médica.

Aproveite e assista ao vídeo que fala sobre como escolher sua residência médica:

Enfim, se precisar de ajuda pode entrar em contato com a nossa equipe de especialistas, eles estão prontos para te ajudar.

Um forte abraço, até a próxima. 

Siga-nos nas redes sociais e receba sempre novidades e dicas super importantes: Facebook, Instagram, Youtube Twitter Linkedin

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL