banner desktop banner mobile

Conheça a universidade referência em residência médica mundial.

Conheça a universidade referência em residência médica mundial.

A  Stanford University está entre as mais prestigiadas universidades na área médica. Possui um hospital-escola que está entre os melhores do mundo e um corpo clínico e de pesquisadores altamente qualificados. Seus alunos recebem uma educação inigualável, deixando a residência com uma imensa bagagem intelectual na especialização escolhida.

Diferenciais de Stanford

Um exemplo de diferencial de Stanford é a “Stanford Medicine 25”. O programa consiste em um website, no qual professores explicam detalhadamente (e na prática) como funcionam os 25 exames topográficos mais importantes da Medicina (você pode ver alguns vídeos dos exames no canal do Youtube)

Com isso, eles procuram entregar ao estudante um rico conteúdo que possa ser transmitido da teoria para a prática, e quando necessário fazem isso in loco, com os residentes próximos aos pacientes. Os vídeos da plataforma servem como lembretes para os residentes, para que possam visualizar melhor as técnicas e a aplicação dos exames durante sua rotina.

O Stanford Medicine 25 foi criado pois os professores e médicos reconhecem que, após o treinamento de diagnósticos físicos, os alunos não recebem conteúdos com ênfase nas técnicas reconhecidas como as mais importantes para a residência. E eles sabem que um bom exame clínico final é muito importante para descobrir problemas e formas de ajudar melhor quem se encontra hospitalizado.

Além disso, quando é buscado um aprimoramento dos exames clínicos, muitos estudantes gostam do que estão aprendendo e se decidem por se especializar nessa parte da medicina.

A Stanford é reconhecida mundialmente por seus programas de residência, e isso se dá pela qualidade do ensino. A universidade não se prende apenas às técnicas e teorias já existentes e estabilizadas. Eles estão sempre procurando inovações e novidades, sempre buscando aperfeiçoamento, tanto nas técnicas médicas, quanto nas técnicas de ensino.

A Stanford também busca humanizar os profissionais que está formando, apresentando a eles a importância de um bom relacionamento com seus pacientes. Dessa forma, a Universidade forma médicos com um ótimo perfil profissional, capazes de realizarem grandes feitos, além de serem pessoas que conseguem se colocar no lugar de outros.


Processo de seleção de residência médica em Stanford

Se você é brasileiro, estudou medicina no Brasil e pretende tentar uma vaga na Residência Médica de Stanford, será necessário prestar uma prova chamada de USMLE (United States Medical License).

No geral, essa prova serve para fazer a avaliação de notas e validação de diploma, algo como o Revalida aqui no Brasil.

O exame é dividido em etapas. No primeiro passo, é cobrado do estudante conhecimentos teóricos sobre ciências básicas. Na segunda etapa será a vez de realizar uma prova teórica com conhecimentos clínicos voltados para a prevenção e diagnóstico. O processo seletivo inclui também uma prova prática, na qual o candidato terá que avaliar casos reais, e será necessário analisar o quadro clinico do paciente, seu diagnóstico e tratamento mais adequado.

Por último, mais uma prova teórica, dessa vez com foco nos conhecimentos clínicos, mas com seu conteúdo voltado para as formas de tratamento.

A nota  mais importante é a do primeiro passo, porém, lembre-se que a concorrência é imensa e o preparo deve ser exemplar para garantir bons resultados em todos os passo.

A importância da carta de recomendação para a residência em Stanford

O processo de admissão nas universidades americanas considera as cartas de recomendação como parte fundamental para o ingresso dos estudantes. Esse documento é um critério de avaliação para conseguir uma vaga em qualquer residência do país, e em Stanford isso não é diferente.

Não é tão fácil conseguir uma carta de recomendação. Por ser algo de extrema importância, é preciso ter se destacado em um estágio (feito nos EUA) para sair na frente dos demais candidatos. Para escreverem a carta, os médicos precisam conviver com o estudante e aprovar sua conduta, profissionalismo e postura no trabalho.

Nada impede que a carta seja feita por médicos brasileiros, porém, o peso na avaliação é bem menor. É importante tentar buscar uma experiência de estágio nos Estados Unidos, para então conhecer um médico americano, que possa então auxiliar o processo de admissão com sua carta.

A importância das publicações para a residência em Stanford

Publicações acadêmicas representam um grande peso no critério avaliativo para ingressar na Residência em Stanford.

Aqui não há nenhum tipo de problemas em relação à origem da publicação, sendo assim, a sua publicação feita no Brasil tem o mesmo peso de uma feita por um americano.

Essas publicações podem ser participações em livros, artigos em revistas ou jornais, pôsteres em congressos. Quanto mais melhor, portanto, se esforce bastante nesse quesito. Se você ainda está na Universidade e sonha com Stanford, é melhor colocar a cabeça para trabalhar e realizar algumas publicações. Nunca deixe de buscar enriquecimento para seu currículo acadêmico, seja por meio de uma iniciação científica, participando de congressos ou colaborando com periódicos acadêmicos.

A importância de atividades extracurriculares para a residência em Stanford

Assim como ocorre com o ingresso na Universidade, as atividades extracurriculares são um diferencial dentre os candidatos. Além dos estágios (que ajudam a obter a carta de recomendação e agregam muita experiência para sua carreira), é possível ganhar pontos com trabalhos voluntários.

Fazer um estágio no Brasil irá contar como uma atividade extracurricular, porém, saiba que estagiar nos EUA terá outro peso na avaliação.

Oportunidades oferecidas por Stanford

Fazer residência médica em Stanford, abre muitas portas para qualquer médico. Além de todo o renome que envolve a Universidade (que sempre figura entre as 5 melhores da América e do Mundo), os estudantes formados na residência possuem capacidade para trabalhar em qualquer lugar do mundo e com muita competência. Vale muito investir em uma carreira de residência médica em Stanford, porém, você terá que lidar com uma grande competição contra os melhores e mais preparados estudantes de medicina dos EUA e do mundo.

Gostou deste artigo? Então deixe o seu comentário aqui embaixo e veja outros conteúdos que provavelmente você irá gostar!

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL