banner desktop banner mobile

Faculdade Particular de Medicina: Como funciona a faculdade de medicina em instituições privadas

Faculdade Particular de Medicina: Como funciona a faculdade de medicina em instituições privadas

O que você sabe sobre a faculdade particular de medicina? 

Conforme já é conhecido, entrar em uma faculdade particular de medicina pode ser tão difícil quanto ingressar em uma universidade pública. 

E os desafios não param por ai, afinal além da alta concorrência no processo seletivo, é importante ressaltarmos também que o curso de medicina em universidades privadas tem um custo alto. 

Dessa forma, para conseguir alcançar esse sonho, os estudantes se empenham por longos anos, muitos começam a estudar para a vaga, ainda no inicio do colegial, e contam inclusive com o auxilio de cursinhos preparatórios. 

Está pensando em optar por uma faculdade particular de medicina? Continue lendo e conheça mais sobre o processo seletivo, nota de corte.

Como funciona a faculdade de medicina

A faculdade de Medicina é do tipo bacharelado, e conta com uma duração média de 6 anos, sendo oferecida em período integral. De forma que esse é o curso superior com maior duração no Brasil.

Durante os dois primeiros anos de formação formam um ciclo básico de disciplinas teóricas que serão responsáveis por formar o raciocínio clínico do aluno.

As matérias que constituem a grade curricular, abordam a estrutura e o funcionamento do corpo humano, tais como:

  • Fisiologia
  • Anatomia
  • Patologia
  • Farmacologia

É importante ressaltar que durante estes dois anos o aluno ainda não tem contato direto com pacientes.

No entanto, ele poderá realizar diversas atividades práticas em salas de microscopia, laboratórios e em cadáveres.

Outrossim, a partir do terceiro ano da faculdade, se da inicio ao período clínico, com uma duração de dois anos, nele o estudante terá contato direto com pacientes e trabalhará com exames e diagnósticos, aplicando assim os conhecimentos adquiridos no ciclo básico.

Por fim, nos dois últimos anos da faculdade de Medicina, o aluno dedica-se integralmente ao internato hospitalar, onde o aluno vivencia a prática clínica atendendo pacientes em hospitais, dando plantões e participando de atividades ambulatoriais, sempre sob a supervisão dos professores.

As atividades realizadas no internato são totalmente práticas e o futuro médico deve cumprir horários rotativamente entre as cinco grandes áreas da medicina:

  • Clínica Médica
  • Cirurgia
  • Ginecologia e Obstetrícia
  • Pediatria
  • Medicina da Família e Comunidade

O estudante receberá seu diploma após concluir o período de 4 anos de disciplinas e mais os dois anos de internato hospitalar. Após formado, o profissional já pode atuar como médico generalista.

Contudo, se desejar, o médico poderá prestar provas de residência médica em uma determinada especialidade médica, para se tornar um médico especialista, como por exemplo clínico geral.

O que se estuda na Faculdade de Medicina

Primeiramente, a forma como a matriz curricular é organizada, varia de acordo com cada instituição, o que inclui a nomenclatura das matérias.

Contudo, de modo geral, algumas das disciplinas na faculdade de medicina são:

  • Administração e Planejamento em Saúde
  • Ambiente e Saúde
  • Anatomia Humana
  • Anato. Patológica
  • Aspectos Legais da Prática Médica
  • Bases Moleculares dos Sistemas Orgânicos
  • Bioética Aplicada à Prática Médica
  • Biofísica Médica
  • Biomorfologia
  • Bioquímica Médica
  • Clínica Cirúrgica
  • Clínic. Médica
  • Doenças Infecciosas e Parasitárias
  • Emergências Médicas
  • Epidemiologia
  • Farmacologia Médica
  • Fisiopatologia
  • Fundamentos de Microbiologia Médica
  • Genética Humana
  • Histologia Médica
  • Imagenologia
  • Imunologia Médica
  • Métodos de Abordagem em Saúde Comunitária
  • Microbiologia Médica
  • Patologia Aplicada
  • Patolog. Ginecológica
  • Parasitologia Médica
  • Propedêutica Médica (conjunto de técnicas utilizadas para se chegar a um diagnóstico)
  • Psicologia Médica
  • Psicolog. Médica – Ralação Médico-Paciente
  • Saúde da Criança e do Adolescente
  • Saúd. da Família
  • Saúde da Mulher
  • Saúd. do Idoso
  • Saúde do Trabalhador
  • Saúd. e Sociedade
  • Saúde Mental
  • Sistemas Orgânicos Integrados
  • Trauma

Faculdade particular de medicina

Todos os anos, milhares de jovens tentam uma vaga para os cursos de medicina nas instituições de ensino superior do país, que é inclusive conta com uma das maiores notas de corte.

Entre as aulas regulares e os cursinhos, os estudantes do país inteiro se empenham para chegar mais perto da tão sonhada faculdade, mas não é algo fácil de se conseguir, conforme já vimos. 

Optar por uma faculdade particular de medicina é opção para poucos, principalmente para aqueles de baixa renda, o que é mais um motivo que explica a alta procura por universidades públicas, um exemplo dessa busca é por faculdade de medicina em Curitiba publica.

O preço de uma faculdade particular de medicina varia muito entre as instituições, contudo a os valores ficam entre R$ 3,2 mil e pode chegar a custar R$ 9 mil por mês.

De forma que a média fica em R$ 5 mil para maioria das universidades.

Visando dar maior oportunidade aos estudantes de baixa renda, o Governo Federal administra alguns programas estudantis.

A ideia é facilitar o ingresso deste público no ensino superior, tanto para instituições privadas como também a algumas públicas.


Leia também: Os 20 Maiores Desafios do Vestibular de Medicina


Quantos pontos precisa para passar em medicina?

Certamente você já saiba que medicina é um dos cursos que conta com uma das maiores notas de corte, mas você sabia que ela pode passar de 800 pontos? Isso mesmo, a nota de corte para entrar na faculdade de medicina pode variar entre 851 a 900 pontos nota do ENEM.

Em 2016, por exemplo, a menor nota chegou a quase 890 pontos na Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), de forma que a média nacional ficou em 775 pontos.

Na modalidade ampla concorrência, a menor nota de corte para entrar em Medicina foi de 760 pontos.

Pontos no Enem para entrar em uma faculdade particular de Medicina pelo ProUni

As notas de corte para entrar no ProUni (programa universidade para todos) ficam apenas um pouco abaixo das notas de medicina pelo Sisu.

Em edições recentes, por exemplo, as notas mais altas se aproximaram de 800 pontos, posteriormente, as notas mais baixas ficaram em torno de 690 pontos.

De forma que a média para conseguir o benefício foi de 735 pontos, quase igual ao Sisu.

Pontos no Enem para entrar em uma faculdade particular de Medicina pelo FIES

O FIES é outra opção para quem deseja entrar em uma faculdade particular, a média geral para conseguir ter direito ao benefício, nesse mesmo ano, ficou na cada dos 730 pontos, quase a mesma média do ProUni e do Sisu.

Contudo, no FIES não há uma grande variação de notas, de forma que as mais altas, por exemplo, ficam na casa dos 780 pontos, e as mais baixas, em 670.

Programas de auxilio faculdade particular de medicina

Em conformidade com o que acabamos de ver, hoje os programas mais visados para ingressar em instituições privadas são o ProUni e o Fies.

A disputa nesses dois programas é tão acirrada quanto no Sisu, afinal, medicina é o curso mais caro do Brasil. De forma que a maioria dos brasileiros não teria condições de bancar o valor das mensalidades, por esse motivo, conquistar uma bolsa integral ou até mesmo parcial é tão importante.

O ProUni disponibiliza bolsas de estudo, tanto parcial quanto integral, para diversos cursos, incluindo o curso de medicina.

Enquanto isso, o FIES trabalha como um fundo de financiamento estudantil, onde o candidato faz a faculdade e só paga depois, com ele é possível financiar até 100% do valor do curso.

Para que o candidato consiga usar esses benefícios, é preciso obter a nota mínima no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Por conseguinte, em ambos os programas é cobrada nota igual ou superior a 450 pontos em cada uma das provas, incluindo a redação.

Outrossim, zerar a redação elimina as chances de conseguir uma bolsa em ambos os programas, mesmo que o aluno tenha tido notas excelentes nas questões do Enem.

Esse sistema é utilizado desde 2010, quando o Governo Federal reformulou o Enem para poder usá-lo como substituto aos vestibulares.

Por esse motivo, o ProUni acabou sendo criado e posteriormente o Fies.

Quanto Custa uma Faculdade Particular de Medicina?

faculdade medicina particular

São anos de curso, algumas instituições trabalham com 12 semestres, enquanto outras tem até 18, tudo em período integral.

O valor da faculdade particular de medicina é um dos mais altos do país, liderando o ranking também entre os cursos mais concorridos.

Quem não tem condições, recorre aos programas do governo.

Mas, mesmo assim, saber quanto vale a universidade que está ingressando é interessante.

Isso porque você terá que arcar com o valor depois, para quem financiar o curso pelo Fies.

Em conformidade com o que já foi dito, a média é de R$ 5 mil por mês na maioria das universidades reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC), mas há algumas com valor mais baixo.

Por Exemplo, na região Nordeste, as faculdades:
  • Escola Baiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP)
  • Faculdade de Saúde, Ciências Humanas e Tecnológicas do Piauí (NOVAFAPI)

Tem mensalidades que variam entre R$ 3 a R$ 4 mil.

Esse valor também é trabalhado na Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC), na cidade de Lages em Santa Catarina.

As que tem o preço médio são maioria, você consegue pagar uma média de R$ 5 mil na:

  • Universidade Luterana do Brasil (ULBRA), no Rio Grande do Sul;
  • Universidade São Francisco (USF) no interior de São Paulo;
  •  PUC de Curitiba, no Paraná;
  • Faculdade de Saúde e Ecologia Humana (FASEH), em Minas Gerais.

Mas o valor vai aumentando, tanto que a Anhanguera de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, é uma com os valores mais altos.

Ela pode chegar a cobrar mais de R$ 7 mil dos alunos de medicina, e os valores podem chegar a R$ 9 mil.


Faculdade Particular de medicina


Medicina é difícil, então foco e dedicação aos estudos

medicina particular

Quem não tem condições de pagar por uma instituição privada tem que ralar bastante para ir bem no Enem para medicina.

Para ter uma noção, em 2016 a nota de corte para ProUni e Fies, voltada aos cursos de medicina, variavam entre 668 a 778 pontos.

Essa pontuação valia tanto para as provas quanto para a redação.

Assim, quanto mais alta a nota, maior as chances de conseguir utilizar um dos benefícios.

Mas garantir essa nota não é uma tarefa fácil.

Para estudar em uma faculdade particular de medicina os estudantes revezam entre o ensino regular e cursinhos pré-vestibular.

Onde revisam todo o conteúdo dos três anos de ensino médio e o que é cobrado normalmente no Enem e pelo vestibular tradicional das universidades.

Para entrar em uma universidade pública, por exemplo, como a Universidade de São Paulo (USP) é necessário:

Acertar no mínimo 73 questões objetivas, de uma prova com 90 questões.

E não para aí, o Fuvest tem segunda fase, toda dissertativa.

Uma faculdade particular de medicina tem preços exorbitantes, mas é a única solução para quem deseja ingressar na área.

De qualquer forma, quem realmente tem o sonho de ser médico, encontrará dificuldades independente da instituição.

Já que nas públicas entrar é conseguir sair na frente dos muitos candidatos que concorrem uma vaga com você.

Aliás, a USP, como citada, costuma ter até 35 candidatos por vaga, em alguns anos consegue chegar até a 50 concorrentes.

Sendo assim, podemos concluir que não importa se você irá cursar uma  instituição for pública ou particular.

Terá que se dedicar integralmente ao preparo para as provas se quiser ter um bom desempenho.

Além disso, a corrida para realizar o sonho de ser médico nem sempre vai acabar na graduação.

Visto que muitos médico optam pela residência médica.

Dessa forma, trazer desde o vestibular o hábito de se dedicar integralmente às provas fará diferença na sua preparação para residência médica também.

Leia também: Preparação para residência médica, além do conteúdo

Confira o vídeo sobre organização de estudos:


Dessa forma, podemos concluir que o processo seletivo para ingressar na faculdade de medicina, mesmo que em instituições privadas conta com uma elevada concorrência.

Essa alta concorrência será algo que acompanhará o médico durante o decorrer da sua formação, sob o mesmo ponto de vista, para ingressar em um programa de residência médica o candidato enfrentará a mesma dificuldade.

Posteriormente, por falar em residência médica, se essa já for a sua etapa de formação, que tal dar uma olhada nos nossos programas e sair na frente da concorrência? Clique aqui para saber mais sobre eles.

Se ainda tiver alguma dúvida sobre nossos programas, você pode entrar em contato com nossa equipe de especialistas, com toda certeza eles estão prontos para te ajudar, clique aqui e entre em contato.

Por fim, um forte abraço, até a próxima.


Siga-nos nas redes sociais e receba sempre novidades e dicas super importantes: Facebook, Instagram, Youtube Twitter Linkedin

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL