banner desktop banner mobile

Os 20 Maiores Desafios do Vestibular de Medicina

Os 20 Maiores Desafios do Vestibular de Medicina

O primeiro grande desafio para quem quer cursar medicina é passar no vestibular.

A ampla concorrência e o conteúdo bastante intenso são os grandes vilões dos estudantes, que precisam se dedicar, muitas vezes, por anos para conseguir ser aprovado em uma universidade.



Hoje você vai conhecer os 20 maiores desafios do vestibular:

  • Concorrência forte: o vestibular de medicina é um dos mais concorridos do país, tendo sempre uma nota de corte bem alta.
  • Sob pressão: por ser o mais concorrido, a pressão sobre os vestibulandos é muito alta e alguns acabam não passando por influência disso.
  • Pouco tempo de preparação: se você quer sair do ensino médio e já entrar na faculdade, pode não conseguir tempo hábil para se dedicar aos estudos para o vestibular, já que, muitas vezes, é necessário participar de cursinhos ou intensificar sua rotina, muito além do que é visto em sala de aula.
  • Cobrança da família: os pais ajudam incentivando, mas ocorre que algumas vezes esse incentivo vira uma cobrança muito forte e o medo de decepcioná-los acaba prejudicando o desempenho.
  • Insegurança: as vezes, nem o cursinho é suficiente para que o aluno se sinta seguro para a prova.
  • Equilíbrio entre as disciplinas: o vestibular engloba tudo, então é preciso desenvolver um bom aproveitamento de tudo que é aprendido dentro e fora da sala de aula.
  • Raciocínio logico: muito do vestibular é interpretação de texto, mesmo em questões de exatas, mas nem todos conseguem ter esse bom raciocínio na hora de responder.
  • Provas extensas: seja pelo Enem ou pelo vestibular tradicional, as provas são grandes, com uma boa quantidade de questões e ainda cobram uma redação, normalmente compreendendo uma média de cinco horas para a realização da prova.
  • Gravar o conteúdo: muitos estudantes possuem dificuldade para manter uma rotina de estudos, por isso não conseguem assimilar o conteúdo.
  • Pouca dedicação: quem quer ingressar numa faculdade de medicina precisa se dedicar muito e ter um bom foco, não é fácil e sem esforço dificilmente você conseguirá.
  • Rotina intensa: o ideal é destinar de quatro até oito horas para os estudos.
  • Ansiedade: uma grande vilã para os alunos e que podem prejudicar seu rendimento, descanso e até mesmo desempenho na hora da prova.
  • Falta de organização: não basta apenas ter dedicação, você vai precisar estar sempre com uma rotina e material organizados, senão, não dá certo.
  • Pouco descanso: se você só estudar e não parar para descansar, de certo vai estar acabado no dia da prova.
  • Ir mal na redação: muitos estudantes focam em tudo, mas deixam de lado a redação.
    No Enem, ela é tão importante quando somar mais de 450 pontos em cada provar, se zerar, você nem concorre as bolsas.
  • Saber sobre atualidades: assim como o item à cima, não é todo estudante que estuda sobre o que está ocorrendo no mundo e por isso acaba errando algumas questões na prova.
  • Estudar só o que tem dificuldade: o correto é ver aquilo que você tem domínio e também o que não tem, além de analisar o que está te prejudicando.
  • Deixar tudo para última hora: é comum e muitos fazem isso, não conseguindo ver todo o conteúdo necessário e indo mal na prova.
  • Falta de revisão: com foco só nos estudos, alguns alunos acabam comendo os livros e “entendendo” tudo, mas esquecem o quão importante é a revisão
  • Estudar em excesso: alguns alunos deixam de se alimentar e de descansar adequadamente, não conseguindo conciliar sua rotina de estudos com o resto das atividades.

Gostou deste artigo? Então deixe o seu comentário aqui embaixo e veja outros conteúdos que provavelmente você irá gostar!

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL