banner desktop banner mobile

Aprenda com sua primeira prova de residência médica

Aprenda com sua primeira prova de residência médica

Primeira prova de residência médica, mesmo que ela não resulte na aprovação do médico, ela não deixa de ser extremamente importante na vida do candidato. 

É indiscutível que quando se trata da prova de residência médica, independente de quantas provas o candidato já tenha feito, a angústia e a ansiedade estarão presentes nesse momento.

Vamos explicar o porquê isso acontece, continue lendo. 


Expectativa para a prova de Residência Médica

Os candidatos a residência médica trazem uma bagagem de expectativas muito altas.

Visto que sempre foram os primeiros alunos da turma, tiveram um excelente desempenho nos vestibulares.

Se dedicaram muito durante a graduação de medicina definiram sua especialidade médica, e agora se consideram totalmente preparados para prova de residência médica

Durante um, ou mais anos, os candidatos se preparam para o desafio da residência médica.

Entram em cursinhos, se dedicam ao conteúdo das apostilas, fazem simulados, estudam por horas, abrem mão até dos momentos de lazer.

Tudo em prol de sua tão sonhada aprovação.

Ao passo que o grande dia dos concursos chegam, essa expectativa aumenta e passa a ser compartilhada por família e amigos.

Neste momento surge a incógnita, e se você não cumprir essas expectativas? 


Lições que a prova de Residência Médica te ensina

As expectativas para a prova de residência médica são sempre altas, mas nada se compara com sua primeira prova.

Mesmo que você não tenha um bom rendimento, ela tem muito a te ensinar e podemos provar, confira: 

Estar mentalmente preparado: 

A preparação mental para as provas não está ligada ao conhecimento teórico, e sim com o controle mental que você precisa ter durante ela.

Na sua primeira prova, provavelmente estivesse muito nervoso, talvez nem tenha dormido direito na noite anterior, não foi?

Todo o estresse da preparação para o concurso, se intensifica na hora de realizar a prova, e junto com ele, aparecem vários outros sentimentos sabotadores.

Mas se você tiver pleno controle mental, dificilmente se deixará abalar por eles. 

Autoconfiança:

Acredite em você mesmo!

Afinal, se você que sentiu na pele todo o esforço durante sua preparação, não acredita que irá conseguir, como outras pessoas irão confiar? 

Sem falar que, quando você toma uma postura confiante frente a algo, tem um desempenho melhor.

Pois tem total certeza do que está fazendo, e não se renderá às dúvidas.

Corrigindo e refazendo provas antigas:

Durante sua preparação, talvez tenha praticado com provas antigas de residência médica.

Enquanto realizava a prova, encontrou questões parecidas com as que havia estudado? 

Isso é muito comum.

As questões podem não ser as mesmas, mas podem ser semelhantes, e se você estudou e praticou, ficará mais fácil resolver as questões. 

Outro detalhe importante é que você aprende a controlar melhor seu tempo, priorizando conteúdos. 

Dar o SEU melhor:  

Você aprende que precisa dar o seu melhor, e também que ele não é o mesmo que o do seu concorrente. 

Quando você entende isso, deixa de comparar seu rendimento com o de outra pessoa, conseguindo manter o foco e a motivação.

Visto que não estará se sabotando com pensamentos negativos e comparações. 

A residência médica é um sonho para grande parte da sociedade médica, e por isso, sua concorrência é tão alta, assim como seu nível de dificuldade. 

Esperamos que esse post tenha te ajudado a entender o que você pode tirar de proveito até mesmo daquela prova que não deu certo.

E continue motivado em busca de sua aprovação. 

Se precisar de ajuda pode entrar em contato com a nossa equipe de especialistas, eles estão prontos para te ajudar.

Um forte abraço, até a próxima. 


Siga-nos nas redes sociais e receba sempre novidades e dicas super importantes: Facebook, Instagram, Youtube

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL