banner desktop banner mobile

Como o internato te ajuda a escolher sua especialidade médica

Como o internato te ajuda a escolher sua especialidade médica

O internato é uma etapa importantíssima na graduação em medicina.

É nela que o estudante entra em contato com a rotina da profissão e conhece as áreas em que pode se especializar. 

Mas você sabe como o internato pode te ajudar a definir sua especialidade médica?

Continue lendo e descubra.


O que é o internato?

O internato é a última etapa da graduação em medicina, e acontece nos dois últimos anos do curso, corresponde a um estágio curricular obrigatório.

Nele, os estudantes são divididos em pequenos grupos, e vão passando pelas principais áreas da medicina, podendo ficar semanas ou meses em cada uma.

Durante o internato, o aluno coloca em prática tudo que aprendeu durante o curso, sempre com o auxílio de profissionais capacitados.

Dessa forma, essa etapa acontece em hospitais, UBSs ou ambulatórios que sejam da própria faculdade ou conveniados. 

Os internos são supervisionados durante todo período do internato, por um médico responsável, e nenhum procedimento é realizado sem sua supervisão.

Sendo assim, essa fase exige uma carga horária muito grande, repleta de plantões, até mesmo em finais de semana.

Sem dúvida, essa é a etapa da graduação que mais exige do estudante.


Como ele funciona 

O internato nada mais é do que um estágio obrigatório na área da saúde.

Ele é realizado nos dois últimos anos de graduação, com uma carga horária referente à 40 horas semanais.

Essa carga horária pode ser distribuída ao longo da semana entre:

  • atividades em ambulatórios
  • enfermaria
  • aulas teóricas
  • plantões. 

Lembrando que o tempo máximo que um interno pode passar em um plantão é de 12 horas.

O objetivo dessa etapa é aperfeiçoar as habilidades médicas e os conhecimentos adquiridos durante os anos da faculdade.

Durante todo o internato, o médico estará em contato com equipes multiprofissionais da área da saúde.


Que importância ele tem?

É no internato que o estudante entra em contato com as 5 grandes áreas da medicina e pode colocar em prática todo o conhecimento que adquiriu na teoria.

Pode aperfeiçoar suas habilidades, e conhecer a rotina das especialidades.

O internato é uma etapa importantíssima na graduação em medicina, é nela que o estudante entra em contato com a rotina da profissão e conhece as áreas em que pode se especializar. 


Internato

Diferença entre Internato e Residência Médica

Em ambas as modalidades o foco é colocar o estudante em contato com a parte prática da medicina, mas por mais que tenham o mesmo foco, algumas coisas as diferenciam.

Durante o internato, que é o estágio obrigatório durante a graduação de medicina, o aluno não tem autonomia para tomar as decisões sobre os casos.

Sendo assim, o professor responsável avaliará o caso e desde os mais simples até os mais complexos, ele avaliará as decisões do aluno e dirá se estão corretas ou não.

Já a residência médica é como uma pós-graduação na medicina, onde o profissional já formado escolhe uma área da medicina para atuar como médico especialista. 

A residência médica tem duração de 2 à 5 anos, dependendo da especialidade médica escolhida.

E um detalhe da residência médica é que ela aborda um conteúdo bem mais aprofundado.

Colocando o médico em contato com todas as áreas paralelas da especialidade escolhida, por exemplo:

Um candidato que definir pediatria como sua especialidade, vai passar por outras áreas relacionadas, como:

  • Enfermagem em pediatria
  • Ambulatório em pediatria
  • Cirurgia pediátrica
  • Sala de parto
  • UTI neonatal.

Como o internato te ajuda a definir sua especialidade médica

É na fase de internato que o estudante pode começar a se preparar para outra etapa da sua formação como médico, a residência médica.

Durante os 4 primeiros anos da graduação em medicina, o estudante só tem contato com a parte teórica do conteúdo.

Dessa forma, quando ele chega nos dois últimos anos do curso de medicina, ele passa a ter um contato com a parte prática da área.

Essa etapa é o Internato, que já falamos bastante sobre ele aqui.

Durante o Internato o estudante consegue ver a realidade de cada área como:

  • Conhece a rotina da área
  • Seus procedimentos
  • Tipo de paciente que atenderá

E isso faz com que ele possa definir sua especialidade. 

Afinal, a premissa para definir sua especialidade médica é conhecer bem a área que deseja atuar.

E não há forma melhor de fazer isso do que entrando em contato com a rotina dessa área.

E é exatamente isso que essa fase do internato faz, por isso ela é tão importante.



A definição da especialidade médica é importante e para alguns pode ser um desafio tomar essa decisão.

Por isso, é necessário que comece a pensar nela o quanto antes.

Aqui no blog temos vários conteúdos falando sobre como definir sua especialidade médica.

E se precisar de ajuda pode entrar em contato com a nossa equipe de especialistas, eles estão prontos para te ajudar.

Um forte abraço, até a próxima. 

Siga-nos nas redes sociais e receba sempre novidades e dicas super importantes: Facebook, Instagram, Youtube Twitter

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL