banner desktop banner mobile

Geriatria, a especialidade médica que cuida dos idosos!

Geriatria, a especialidade médica que cuida dos idosos!

Geriatria é, então, a especialidade médica que se integra na área da Gerontologia com o instrumental específico para atender aos objetivos da promoção da saúde, da prevenção e do tratamento das doenças, da reabilitação funcional e dos cuidados paliativos.

Dessa forma, ela, portanto, abrange desde a promoção de um envelhecer saudável até o tratamento e a reabilitação do idoso.

No entanto, o processo de envelhecimento impacta no comportamento orgânico, demandando, portanto, abordagens diferenciadas, assim como crianças e jovens apresentam especificidades que são tratadas pelo pediatra.

Desse modo, o Geriatra é o médico que se especializou no cuidado de pessoas idosas.

Ele, portanto, se torna especialista após ter feito residência médica credenciada pela Comissão Nacional de Residência Médica e/ou ter sido aprovado no concurso para obtenção do Título de Especialista em Geriatria da SBGG/AMB.

Está gostando do artigo? Continue lendo!

Leia também: Conheça as especialidades médicas que você pode atuar!

O que é a residência médica em Geriatria?

Muitos confundem o termo Geriatria com Gerontologia, que é o estudo do envelhecimento nos aspectos biológicos, psicológicos, sociais e outros.

Assim, os profissionais da Gerontologia, portanto, têm formação diversificada, interagem entre si e com os geriatras.

Entretanto, o geriatra é o médico que se especializou no cuidado de pessoas idosas, tornando-se especialista após ter feito, então, residência médica credenciada pela Comissão Nacional de Residência Médica e/ou ter sido aprovado no concurso para obtenção do Título de Especialista em Geriatria da SBGG/AMB.

Como é o dia a dia do geriatra?

O geriatra, portanto, utiliza uma abordagem ampla para a avaliação clínica, incluindo aspectos psicossociais, escalas e testes; por isso, a consulta geriátrica é, em geral, mais demorada.

Além de lidar com doenças comuns a outras especialidades como as demências, a hipertensão arterial, o diabetes e a osteoporose, o geriatra também trata, portanto, de problemas com múltiplas causas, como tonturas, incontinência urinária e tendências a quedas, frequentemente atuando em conjunto com equipe multidisciplinar.

No entanto, ele também fornece cuidados paliativos aos idosos portadores de doenças sem possibilidade de cura.

A Medicina Geriátrica é, portanto, uma ciência que avança a cada dia, propiciando, então, longevidade com melhor qualidade de vida para a população idosa.

Geriatria

Oportunidades de trabalho em Geriatria:

No Brasil, apesar da carência em profissionais especialistas em idosos, são poucos os cargos oferecidos através de concursos públicos para geriatras. Assim como em outras áreas, pode-se optar pela carreira acadêmica, visando, desse modo, ensino e pesquisa geralmente em ambiente universitário ou pela carreira assistencial, existindo tanto o ambiente público como o privado.

No entanto, em ambos, o geriatra pode se dedicar a atendimentos hospitalares ou ambulatoriais.

Portanto, já especificamente no setor privado é, dessa maneira, frequente a rotina de atendimentos domiciliares ou em casas geriátricas.

Número de especialistas:

No momento, a área conta com aproximadamente 1.500 geriatras registrados pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia.

Leia também: Estações na prova prática de residência médica

Geriatria

Especialidades correlacionadas a Geriatria:

No entanto, a clínica médica tem grandes e frequentes interseções com a geriatria.

Desse modo, inclusive um dos caminhos para tornar-se geriatra é através de residência médica e, nesse caso, a conclusão em programa de residência em clínica é pré-requisito obrigatório.

A área de cuidados paliativos, dessa forma,cada vez mais encarada como especialidade independente, faz parte da rotina do geriatra. Ao longo da formação em geriatria o tema paliação é extensivamente trabalhado.

Áreas de atuação:

  • Ensino
  • Pesquisa
  • Promoção de saúde
  • Controle e tratamento de doenças
  • Visitas hospitalares
  • Ainda, visitas domiciliares
  • Também visitas a casas geriátricas
  • Consultório / Ambulatório

Portanto, aproveite e veja o vídeo sobre as dificuldades da residência médica:

Tenha em vista que, se precisar de ajuda, pode entrar em contato com a nossa equipe de especialistas, eles certamente estarão prontos para te ajudar.

Por fim, um forte abraço, por conseguinte, até a próxima. 


Siga-nos, então, nas redes sociais, isso irá servir para que você receba sempre novidades e dicas super importantes do universo médico: Facebook, Instagram, Youtube Twitter Linkedin

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL