banner desktop banner mobile

Residência médica em Mastologia: a união do consultório com o centro cirúrgico!

Residência médica em Mastologia: a união do consultório com o centro cirúrgico!

A mastologia ou senologia é, entretanto, a especialidade médica que, portanto, se dedica ao estudo das glândulas mamárias.

No entanto, o mastologista é, então, o especialista que estuda, previne, diagnostica, trata e reabilita, então, todas as doenças da mama.

No Brasil, portanto, para especializar-se em mastologia, o médico deve realizar previamente residência médica em Cirurgia Geral ou Ginecologia e Obstetrícia (2 a 3 anos antes de se especializar em Mastologia).

O Brasil, neste sentido, é pioneiro, portanto, com reconhecimento internacional.

Quer saber mais sobre a especialidade? Continue lendo esse artigo!

Leia também: Conheça as especialidades médicas que você pode atuar!

O que é a Mastologia?

Mastologia

Mastologia é a especialidade, portanto, responsável por estudar as glândulas mamárias, cuja função é de prevenir, diagnosticar e tratar doenças benignas e malignas da mama.

Assim, consequentemente, para se tornar mastologista você pode seguir dois caminhos: após a graduação, realizar especialização em Ginecologia e Obstetrícia ou Cirurgia Geral (programa de Residência ou Pós graduação com estrutura equivalente à Residência), para depois realizar a especialização em Mastologia.

Após o término, portanto, realizar a prova de título de especialista, não obrigatória.

Como é o dia a dia do mastologista?

Desse modo, Mastologia é uma especialidade clínica e cirúrgica.

No entanto, a abordagem clínica e acompanhamento ambulatorial dos pacientes são, então, muito importantes e preenchem boa parte do seu cotidiano, lidando com doenças benignas e malignas.

Dessa forma, além do conhecimento técnico das glândulas mamárias também é necessário, portanto, conhecimentos oncológicos de quimioterapia, hormonioterapia, radioterapia, entre outras opções de tratamento para câncer de mama e conhecimentos de biologia molecular relacionados às doenças mamárias.

Normalmente, desse modo,o ginecologista a partir dos exames de rotina, seja de imagem ou no próprio exame físico, ao encontrar, portanto, alterações mamárias, encaminha o paciente ao mastologista.

Oportunidades de trabalho em Mastologia:

O mastologista possui, então, atuação ambulatorial e cirúrgica em Hospitais Universitários e/ou públicos ou também no consultório particular como autônomo sendo cirurgião principal de sua equipe ou auxiliando outras equipes.

No entanto, em hospitais públicos, pode ser contratado para realizar acompanhamento ambulatorial e cirúrgico a serviço do hospital ou se dedicar à docência.

Mastologia

Número de especialistas:

Dessa forma, atualmente são 1.800 mastologistas registrados, portanto, na Sociedade Brasileira de Mastologia.

Especialidades correlacionadas a Mastologia:

A Mastologia, portanto, abrange uma vasta área de especialidades devido o tratamento de doenças sistêmicas como o câncer de mama. Logo, são elas:

  • Oncologia
  • Radioterapia
  • Radiologia
  • Ginecologia
  • Cirurgia Geral
  • Cirurgia Plástica
  • Geneticista
  • Fisioterapia
  • Endocrinologia

Áreas de atuação:

Além da atuação em Hospitais Universitários/Públicos e no consultório como autônomo, existe, então, a possibilidade de se especializar em Radiologia Mamária.

Aproveite, portanto, e assista ao vídeo sobre organização de estudos para residência médica:

Contudo, se precisar de ajuda, pode entrar em contato com a nossa equipe de especialistas, eles estão prontos para te ajudar.
Por fim, um forte abraço, até a próxima. 

Conheça os nossos programas!

Portanto, siga-nos, então, nas redes sociais e receba sempre novidades e dicas super importantes: Facebook, Instagram, Youtube, TwitterLinkedin.

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL