banner desktop banner mobile

Qual o melhor Roteiro de Estudo para Residência Médica

Qual o melhor Roteiro de Estudo para Residência Médica

Tenha em mente que a proposta deste artigo não é fornecer uma “receita” pronta de cronograma.

Você pode (e deve) adequá-lo a sua realidade, possibilidades e tempo disponível para estudo.

Portanto, os modelos das imagens consistem apenas em exemplos para lhe dar uma noção de como elaborar seu próprio cronograma, o que não significa que deva ficar exatamente igual a eles.

Também é fundamental reservar no mínimo uma data no mês para realização de simulados e resolução de provas anteriores.

O Roteiro de Estudo para Residencia Médica funcionará como um roteiro de estudo que deverá ser seguido fielmente.

Ele determinará quais dias da semana você irá estudar, quantas horas por dia e quais/quantas disciplinas dentro de um mesmo dia.

Dessa forma, o primeiro passo é elaborar uma tabela (no computador, smartphone, caderno etc.) com os dias da semana e as horas que consegue dispor por dia.

Depois disso, defina quantas horas irá, de ato, estudar por dia (recomendamos no mínimo duas horas por dia da semana mais algumas horas em um dos dias do final de semana).

Embora, no item anterior, tenhamos ressaltado a necessidade de uma boa atenção aos conteúdos preferidos da banca, é importante ressaltar que nenhum assunto deve deixar de ser estudado, mesmo que você tenha ouvido comentários ou lido em algum lugar que tal tema não costuma ser pedido.

Na verdade, você deve aperfeiçoar os estudos nos assuntos que costumam ser mais pedidos, mas nem por isso, deve deixar de lado o resto.

Nesses momentos, a melhor coisa é ser sistemático e seguir a risca a programação que você tiver montado ou estiver seguindo o seu Roteiro de Estudo para Residencia Médica.

Cumpra as metas diárias de estudos para não se atrasar, seja rigoroso e só passe adiante quando tiver plena certeza de entendimento do conteúdo estudado até então.

Você poderá consultar algum roteiro do curso que está fazendo, algum que viu na internet ou qualquer outro que seja, mas é importante que você aperfeiçoe e adapte da maneira que for melhor para você.

Desde que esteja sendo bom para você e que você esteja conseguindo seguir devidamente, seu roteiro estará perfeito.

É interessante que você estipule quantas horas precisa/pode estudar durante o dia/semana.

Seja realista, primeiramente veja quantas horas precisa para dormir, ocupações, compromissos etc; encaixe seu cronograma de estudos no tempo que restar.

1. Liste todas as matérias que precisa estudar;

2. Separe as matérias por categorias;
A – Matérias que mais preciso aprender
B – Matérias que sei mais
C – Matérias que mais gosto

3. Dedique mais horas de estudo para as matérias do grupo A (inicie os estudos com elas) ;

4. No horário de menor produtividade, estude as matérias do grupo B e C;

Entretanto, poucas pessoas sabem que este é um grande erro.

Ao prestar várias provas, você diminui a sua chance de passar, visto que terá que focar em conteúdos diversos cobrados pelas diversas instituições, além de gastar uma grande quantidade de energia para fazer grandes demandas de provas.

É mais fácil se preparar para um número reduzido de provas e ter mais tempo para estudar e se concentrar.

A maioria dos estudantes que decide fazer muitas provas de residência não se sai muito bem.

Aqueles estudantes que focam suas energias em menores quantidades de provas, têm a chance de aumentar a pontuação na prova de residência.

Assim, saiba que se seguirem estas dicas terá uma chance enorme de aumentar a pontuação na prova de residência e terá mais chances de realizar o seu sonho.

Muitos estudantes da prova de residência acabam se perdendo em meio às suas próprias metas.

Por isso é importante decidir quais são os hospitais mais desejados por você antes de fazer o seu plano de estudos para o Roteiro de Estudo para Residencia Médica.

Sabendo em quais hospitais deseja fazer suas provas e quais as áreas que você deseja se especializar, vai ficar muito mais fácil de montar um plano de estudos eficiente.

Você sabia que priorizando e fazendo análises dos hospitais e provas que irá prestar, você economiza dinheiro e energia?

Depois de definir seu objetivo maior, é hora de analisar os editais dos hospitais e observar quais são as matérias mais cobradas em cada um deles.

Se você tiver as estratégias certas, é bem provável que irá aumentar a sua pontuação na prova de residência médica.

Assim como atletas precisam de um tempo de descanso para seus músculos, os estudantes precisam de um tempo para que consigam se concentrar nas provas a serem feitas.

Por isso, faça um plano de estudos que deixe pelo menos de um a dois dias de folga antes da tão esperada prova.

Estudar um dia antes da prova pode prejudicar seu rendimento no dia do teste, afinal, seu cérebro precisa de descanso para que consiga se concentrar totalmente no dia.

Aproveite o 2º semestre para resolver diversas questões.

Faça um teste: tente responder às questões dos livros sem ler o conteúdo teórico.

Desta maneira, você consegue avaliar o seu conhecimento.

Resolva o maior número possível de questões.

Nas provas, sempre surgem questões já exploradas.

Não perca tempo! Inicie pelas questões que caíram nos últimos anos da instituição em que deseja realizar a Residência, assim você irá conhecer melhor o perfil da prova.

Nos últimos meses que antecedem as provas, programe-se para fazer uma revisão priorizando Medicina Social e Preventiva, pois seu conteúdo é menor do que o das demais especialidades, e o peso é igual.

A definição da frequência e do tempo de estudo é muito pessoal, mesmo.

Assim cabe a sugestão de manter a máxima concentração no período em que Estiver estudando.

O mais importante é a qualidade e o aproveitamento das horas estudadas e não a quantidade.

Nos dias em que estiver mais cansado, estude as especialidades com as quais possui mais afinidade ou resolva algumas questões, que são mais rápidas.

Faça intervalos.

É imprescindível que o descanso não seja comprometido, pois ele o ajudará a se concentrar e a assimilar melhor os estudos.

Privação do sono não é nada bom para a memória.

passar na residência médica

Gostou deste artigo? Então deixe o seu comentário aqui embaixo e veja outros conteúdos que provavelmente você irá gostar!

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL