banner desktop banner mobile

Vença as principais dificuldades da residência médica e conquiste sua aprovação

Vença as principais dificuldades da residência médica e conquiste sua aprovação

As principais dificuldades para passar na residência médica é um assunto que interessa a muitos candidatos, e com certeza é do seu interesse também.

Visto que para se tornar um bom profissional, o médico precisa trilhar um longo caminho, que inicia na sua graduação em medicina e muitos dizem que nunca acaba. 

Mas, uma etapa tão importante quanto a graduação em medicina é a residência médica, onde o médico escolhe em qual área da medicina irá se especializar e atuar. 

No entanto, a prova de residência médica é famosa por ter um grau de dificuldade maior que o próprio vestibular de medicina.

Continue lendo e descubra quais são as principais dificuldades da residência médica, e conquiste sua aprovação. 


Principais dificuldades de quem quer ingressar na residência médica

Conquistar a tão sonhada vaga na residência médica não é uma tarefa fácil. 

As dificuldades deste processo seletivo envolvem muitos fatores, desde a prova em si, até fatores externos que contribuem para que ela seja tão temida, principalmente pelos recém-formados.

Por esse motivo, reunimos aqui algumas das principais dificuldades enfrentadas pelos candidatos:


Alta concorrência

Os candidatos se deparam com ela logo de cara. Já explicamos aqui no blog sobre a má distribuição dos programas de residência médica, e esse é um dos motivos para tanta concorrência. 

Visto que a quantidade de médicos recém-formados é superior a quantidade de vagas que os programas de residência médica disponibilizam. 

Um exemplo que temos é da USP, no ano de 2017 a universidade abriu em torno de 800 vagas, e algumas das especialidades mais concorridas foram:

  • Dermatologia: 55,7 candidatos por vaga
  • Otorrinolaringologia: 47,8 candidatos por vaga
  • Oftalmologia: 45 candidatos por vaga
  • Radiologia: 44,1 candidatos por vaga

Leia também: Má distribuição dos programas de residência médica no Brasil 


Definir a especialidade médica

Definir a especialidade médica não é uma tarefa fácil, e como vimos, a concorrência nos programas de residência médica é alta.

Sendo assim, isso influencia na escolha da especialidade médica de muitos candidatos.

Conhecer as especialidades médicas mais concorridas pode te ajudar muito na hora de definir qual área atuar.

Mesmo a medicina é uma área tão ampla, algumas especialidades estão congestionadas.

O que faz com que o candidato pense um pouco mais sobre qual especialidade irá prestar, para não correr o risco de cair em um mercado saturado. 

Leia também: Especialidades médicas que precisam de profissionais e As especialidades mais concorridas no Brasil


Valor da prova

Precisamos lembrar que grande parte dos candidatos acabaram de concluir sua graduação em medicina.

Dessa forma o custo da inscrição das provas pode ser considerado bem alto, e em alguns casos, foge das condições dos candidatos. 

O valor das provas varia bastante de uma instituição para outra, mas costuma ficar em torno dos R$ 500 reais, entretanto, em alguns casos, ela pode passar de R$ 1000.

E o gasto com a prova não para por aí, lembra que falamos sobre a escassez e má distribuição dos programas de residência médica?

Esse fator faz com que grande parte dos candidatos não realize a prova no local onde mora, sendo assim, ele precisa viajar para outra cidade, às vezes até outro estado, para prestar a prova.

O que significa que ele terá gastos com locomoção, alimentação, estadia, entre outros. 


Conciliar a rotina de estudos com o dia a dia

Não tem jeito, se você quer conquistar sua vaga na residência médica, precisa se dedicar aos estudos.

Mas nem sempre isso é fácil, visto que muitos candidatos precisam conciliar os estudos com plantões, outras atividades e família. 

E ainda temos aqueles casos em que o candidato ainda não concluiu sua graduação em medicina e já está se preparando para a residência médica.

Sendo assim, ele precisa se dedicar às provas da faculdade, TCC, internato e estudar para a residência médica.

Dessa forma, os candidatos muitas vezes não tem tempo para estudar. 

Leia também: Prova de Residência Médica: Como Estudar Conciliando com sua Rotina do Dia a Dia 


A temida prova de residência médica

Conforme já é conhecido, a prova de residência médica não é nada fácil. O exame para a residência médica é dividido em três etapas:

  1. exame teórico
  2. exame práticos
  3. entrevista profissional. 

As etapas de prova somadas equivalem a 90% da nota do candidato, sendo 50% na teórica e 40% na prática, depois temos a entrevista com peso de 10%.

Leia também: Como é o processo seletivo da residência médica?


Como vencer essas dificuldades?

Agora que você já conhece as principais dificuldades de passar na residência médica, já está um passo à frente de vencê-las e conquistar sua vaga na residência médica, confira:

Se preparando para a prova de residência médica

Como já falamos aqui no blog, a preparação para a residência médica envolve muito mais do que apenas conteúdo.

O candidato precisa ter isso em mente se deseja uma vaga no programa.

Dessa forma ele precisa:

  • Definir sua especialidade médica
  • Definir seu TOP 3 de hospitais
  • Se preparar financeiramente
  • Ter um método personalizado de estudos

Muita coisa, não é mesmo? Geralmente, quando falamos sobre o preparo para as provas de residência médica, os candidatos pensam apenas na etapa das provas. 

Por isso, é importante que você leia também: Preparação para residência médica, além do conteúdo

Dessa forma você conseguirá um preparo completo para as provas de residência médica.


Mas e a etapa de provas?

Sabemos que a prova de residência médica é composta por um processo seletivo completo, e dividido em 3 etapas.

No final, as notas serão somadas para formar a nota final do candidato. 

Prova teórica

É uma etapa de teste, e representa a maior peso na nota final, sua dificuldade varia de acordo com a instituição e a especialidade.

No geral,  podemos dizer que ela é composta por 100 questões de múltipla escolha que passam pelas 5 áreas básicas da medicina:

  • Pediatria
  • Cirurgia
  • Ginecologia e Obstetrícia
  • Clínica Médica
  • Medicina Preventiva

Leia também: Como criar um cronograma de estudos para as provas de residência médica 


Prova prática

Apesar de não ser obrigatória, a grande maioria dos programas de residência médica contam com essa etapa. 

Salvo que na maioria dos concursos a prova prática de residência médica segue o mesmo padrão.

Sendo assim, elas são formadas por cinco estações práticas em que o candidato deve participar, as estações são:

  • Clínica Médica
  • Cirurgia
  • Pediatria
  • Medicina Preventiva
  • Ginecologia e Obstetrícia

Essa etapa é a mais temida pelos candidatos, principalmente os recém-formados, mas ao contrário do que pensam, ela é bem simples e é cobrado do candidato:

  • Conhecimento teórico;
  • Habilidades práticas;
  • Contato médico-paciente.

Leia também: Prova prática de Residência Médica, guia completo


Análise curricular e entrevista

Nessa etapa o que contará é a sua identificação com área e experiências, que devem estar de acordo com os valores da instituição que deseja prestar.

Um erro muito comum dos candidatos é perder muito tempo falando sobre a especialidade, e acabam se esquecendo de falar sobre como se identificam com a instituição, a cidade.

É natural que os candidatos tenham muita dúvida sobre essa etapa, visto que ninguém nunca parou de fato para explicar como passar por essa etapa.

Então uma dica é: atente-se aos detalhes durante sua preparação para a fase de entrevista, e lembre-se, nunca minta na entrevista.

Leia também: Melhore seu currículo para a entrevista da Residência Médica

Fora as dificuldades que citamos, existem 3 outras dificuldades apontadas pelos candidatos, o vídeo a seguir fala sobre elas, confira: 

Ou se preferir, leia o artigo sobre as 3 dificuldades para passar na residência médica.

Podemos concluir que o processo de ingresso na residência médica realmente deixa os candidatos cheios de dúvidas, mas toda dúvida pode ser esclarecida se você buscar a resposta no lugar certo. 

Sua aprovação só depende de você!! Então, invista em conhecimento e preparo.

E se precisar de ajuda pode entrar em contato com a nossa equipe de especialistas, eles estão prontos para te ajudar.

Um forte abraço, até a próxima. 

Siga-nos nas redes sociais e receba sempre novidades e dicas super importantes: Facebook, Instagram, Youtube Twitter Linkedin

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL