banner desktop banner mobile

[Vídeo 14] Como ter a Alta Performance nos Estudos!

[Vídeo 14] Como ter a Alta Performance nos Estudos!

Já te falamos sobre o nosso método Medcoach e na semana passada, aqui na série Universo Médico, te apresentamos a primeira etapa do programa e como ela funciona.

Hoje vamos te inserir ainda mais no universo Medcoach, e iremos falar sobre a segunda etapa do processo, o módulo Alta Perfomance de Estudos, como ele funciona e o como ela irá contribuir para sua aprovação na residência médica.

Você vai descobrir quais pontos são fundamentais para que você tenha um bom rendimento nos estudos para residência médica, quais são as ferramentas necessárias e quais técnicas irão te ajudar para que isso aconteça!

Aperte o PLAY e confira onde encontrar a solução para os seus problemas!

Vá direto para o que te interessa! Confira abaixo os temas abordados em cada minuto do vídeo:

 


» 00:01 até 00:30 – Confira aos vídeos do Universo Médico.

» 00:31 até 01:49 – Como você chegou até aqui!

» 01:50 até 02:51 – As técnicas para ter a Alta Performance nos Estudos!

» 02:52 até 03:42 – O Planejamento do ano de estudos!

» 03:43 até 06:48 – Orientação de como estudar!

» 07:26 até 11:41 – Chegou a hora da prática! Mantenha a disciplina!

» 11:42 até 14:54 – O poder do acompanhamento!

» 14:55 até 16:19 – A escolha de persistir é sua!


Ou confira o conteúdo do vídeo, abaixo:

Hoje o conteúdo é uma sequência, então se você está chegando agora, fique sabendo que os vídeos que completam o assunto que discutiremos hoje estão todos aqui em nosso blog.

Corre lá, assiste, pois assim seu aproveitamento deste conteúdo será mais completo!

O contexto que estamos é simples: aprofundar os segredos do método campeão de aprovação na residência médica, focando hoje na alta performance nos estudos.

Mas porque a gente diz que o método é campeão? Simples!

É porque temos as melhores estatísticas reais de aprovação do mercado brasileiro, levando em conta uma base de dados com milhares de médicos e médicas que já seguiram nossa receita e conseguiram sua aprovação.

Nós temos 87% de aprovação, sendo que já são mais de 13.000 médicos com acesso à nossa metodologia.

Agora você entende? É comprovado na prática!

Dito isso, vamos explicar agora para você o módulo II do método Medcoach, que chamamos de Alta Performance de Estudos, ou APE.

Neste momento é bom lembrar que ao chegar aqui o aluno já passou pelo módulo I, e já tem muito claro na sua cabeça quais são os seus motivadores e os seus valores; quais os pontos fortes e os pontos de melhoria que precisa se atentar durante a preparação; e quais são as suas metas.

Ou seja, o caminho a ser trilhado já está desenhado e agora é hora de começar a correr rumo ao seu destino.

E então o módulo Alta Performance de Estudos entra como uma luva. Nele apresentamos ao aluno métodos fundamentais para a organização do seu aprendizado, que você precisa entender para ter alto rendimento, como:

– métodos de organização do tempo de estudos

– métodos de planejamento do conteúdo a ser estudado

– técnicas de concentração

– técnicas de montagem de resumos

– e técnicas de revisão e repetição para aumentar a performance

Isso já costuma ser um baque para o aluno, pois normalmente as pessoas simplesmente estudam, sem saber nada ou sabendo muito pouco sobre como estudar.

Então quando ela conhece este aprendizado, a cabeça expande, e é neste momento que o aluno percebe: “NOSSA, EU NÃO SABIA ESTUDAR”.

É exatamente isso que nós queremos neste módulo: que você entenda que saber estudar muda a vida, e é isso que você precisa para ser eficiente na sua preparação.

E como isso acontece na prática?

Todo este processo de aprender a estudar começa com o planejamento do ano de estudos.

Com o planejamento, a gente agrega no aluno objetividade em termos de rotina. Isto é:

  • Em quais horários você deve estudar?
  • Quais matérias você deve estudar em cada momento do dia?
  • E como saber se você aprendeu o conteúdo e pode passar para o próximo item ou se precisa dedicar mais tempo do que o previsto naquele tema?

O planejamento do ano de estudos resolve essas questões.

É algo que exige compreensão do tempo que temos disponível para estudar até as provas, e depois que dimensionamos o tempo, da organização do conteúdo nesse tempo disponível.

Este é o primeiro passo.

Uma vez montado o planejamento do ano de estudos, nós passamos então a atenção para a orientação de como estudar.

Perceba que são coisas muito pessoais. O planejamento do ano de estudos serve só para você, pois é montado em cima das suas necessidades e da sua rotina.

Este é um grande diferencial do nosso método: é totalmente personalizado.

E a orientação de como estudar segue esta mesma premissa.

Você já percebeu como alguns métodos de estudos e aprendizagem utilizados pelos seus amigos nem sempre funcionam para você? Já percebeu que você aprende mais facilmente alguns conteúdos do que outros?

Isso tem uma explicação científica!

Cada um de nós seres humanos percebe, recebe e processa a comunicação e a informação de uma forma diferente, conforme nossos canais de comunicação.

Nossos canais principais de comunicação são: visão, audição e as sensações (sinestésico ou cinestésico).

Como somos pessoas diferentes umas das outras, cada um de nós tem um ou dois canais com maior potencial de comunicação e aprendizado, e de acordo com seu perfil de comunicação, você será mais ou menos impactado pela forma apresentada por determinado método de estudos.

Seu treinador nesta etapa realiza com você um teste de auto-avaliação, entendendo bem qual é o seu perfil de aprendizado. Como resultado ele apresenta um método de estudos que utilize os canais de comunicação mais adequados para maximizar a sua retenção de conhecimento.

Mas isso ainda não é tudo desta etapa.

Como sabemos que é comprovado que a mente humana assimila melhor um conteúdo quando o recebe de diversas formas distintas, nesta etapa nós também te apresentamos uma série de formas complementares de estudo:

  • Fazer resumo;
  • Áudio resumo;
  • Mapa mental;
  • Flash cards;
  • Grupo de estudos;
  • Técnica do micro-planejamento;
  • Como organizar anotações e etc.

São ferramentas que te ajudam a receber a mesma informação por canais distintos de comunicação. Isso melhora muito sua retenção.

Se você não sabia disso, joga aí no Google: “Pirâmide de Conhecimento”. É algo que você tem que conhecer!

Você não pode ignorar algo que melhora tanto a sua capacidade de aprendizado, ainda mais quando você está se preparando para uma concorrência difícil como a prova de residência médica.

Durante seu processo de estudos, você ganhará muito, mas muito mesmo, se utilizar o potencial dos dois lados do seu cérebro.

Seu lado esquerdo é o que prefere longas leituras de texto corrido, vídeos bem explicados e questões bem desafiantes. Já o direito é guiado pelas emoções, sendo mais criativo e portanto mais conectado à informação por meio de tudo que também for criativo, como desenhos, esquemas, tópicos, imagens e experiências práticas.

A orientação de como estudar tem portanto estes dois objetivos: descobrir os melhores métodos de aprendizado do aluno e incorporar técnicas distintas, que estimulem todos os canais de comunicação dele.

Quando concluímos este ponto, já temos definido com nosso aluno o planejamento do ano de estudos e a orientação de como estudar.

Chegou então a hora da prática: a etapa três! A hora de estudar de forma organizada e focada, com controle sobre os seus hábitos!

Desenvolver disciplina pessoal é um dos temas mais discutidos quando falamos em comportamento humano. Tanto que sempre, em momentos de reinício, como no Reveillon, no fim do mês ou no fim de semana, escutamos pessoas dizerem que começarão os exercícios físicos, a dieta, a estudar um idioma ou outros objetivos.

Elas chegam a fazer promessas e planos de ter um corpo escultural, se matriculam na academia, começam com o pique total, prontas para mudar a vida!

Mas alguns dias ou semanas depois, o tão almejado objetivo começa a entrar no esquecimento e com isso vem a queda do engajamento, a falta da disciplina e a decadência da criação do hábito.

Estes são reflexos de uma mente indisciplinada, imediatista e pouco treinada. Difícil ouvir isso, né?

Mas ouça também o lado bom da história: isso não é um problema inerente seu, não é algo que você nasceu com e tem que viver com isso. É apenas uma consequência natural por você nunca ter recebido este conhecimento sobre como você pode treinar sua mente para ter disciplina.

Um dos segredos-chave que podemos compartilhar com você, que está nesta busca por mais disciplina, é este: persista!

A persistência é um recurso mental racional, ou seja, quando sua mente indisciplinada ou se corpo preguiçoso disserem para você: “Nossa, isso dá muito trabalho”, ou “Nossa, que preguiça”, “Estou cansado”, a parte racional da sua mente tem que acionar o recurso da persistência!

É um comando mental que você dá, falando para si mesmo e fazendo com que você pare de reclamar e simplesmente siga em direção ao seu objetivo.

A disciplina mental é como um músculo que você treina na academia. Quanto mais você persistir, mais ela vai se acostumar àquele hábito, e cada vez será mais fácil mantê-lo.

Vamos pensar juntos:

– Compromisso é você fazer aquilo que se propôs a fazer.

– Persistência é um comando mental racional que você tem e ele te fará manter seu compromisso, mesmo quando sua mente quiser te desviar dele.

– Disciplina será o resultado da soma do seu Compromisso nos momentos nos quais estiver motivado com a Persistência para manter seu Compromisso quando estiver desmotivado.

– Ritmo será o resultado de sua disciplina, como em uma corrente de energia elétrica, nos batimentos cardíacos ou na melodia de uma música. Você terá seus altos e baixos, mas o importante é que os altos não sejam tão altos e os baixos não sejam tão baixos.

Agora que você entendeu estes conceitos, aqui vai a verdade sobre a sua aprovação: a preparação para uma prova de alto nível vai levar meses ou anos, a depender do seu ritmo de estudos.

Continuando usando a música para te ajudar a ver como ter disciplina e ritmo exige organização. Será tão mais fácil para sua mente se manter disciplinada quanto mais organizada for a sua rotina.

É como na música.

A percepção de um ritmo musical é mais fácil quando se tem uma certa organização das notas musicais. Essa organização na teoria musical é chamada de campo harmônico. Se não vira só um barulho e o senso rítmico fica todo bagunçado.

Nos estudos você também precisa deste planejamento bem feito, para que a rotina não pareça confusa e ruidosa na sua mente. Principalmente para conseguirmos estudar por longos períodos e absorver todo o conteúdo necessário.

Uma vez que conseguimos fazer isso, uma semana, duas, três semanas, um mês, dois meses, nosso corpo e nossa mente entram no hábito, na rotina, no piloto automático! E as dificuldades passam a ser cada vez menores.

Há estudos inclusive, que comprovam que se fizermos a mesma atividade por três semanas ela se torna um hábito. Este é o nosso desafio!

E a regra básica para o compromisso neste momento será esta: sente e estude nos horários planejados.

Seu treinador vai estar de perto olhando e cobrando quando necessário: afinal, este também é um segredo da nossa solução, o acompanhamento é integral!

Isso permite identificação rápida de problemas e ajustes finos de rota. Além, claro, de dar uma segurança a mais, pois o aluno sabe que não está sozinho nessa.

O poder do acompanhamento é tão grande no nosso método que a gente tem uma forma muito criativa de te mostrar isso.

Imagino que você já deve ter se aventurado em algum momento da vida a jogar um vídeo game, e talvez você seja até um grande fã deles. Mas nosso objetivo aqui não é falar de videogame. Só queria trazer esta imagem para sua cabeça e te lembrar da barra de vida que vemos em muitos games.

É aquele indicador que mostra normalmente se você está vivo ou morto no jogo, geralmente tem uma forma de barra lateral ou sistema de pontuação. Se fosse no jogo de Poker, este indicador seria a quantidade de fichas na sua mão, para usar outro exemplo.

Na nossa metodologia, nós criamos algo parecido, que chamamos de power. O power é a nossa “barrinha de energia”, isto é, um parâmetro que te indicará se você está indo bem ou mal no jogo dos estudos para a residência médica.

E a cada semana de performance, você fará um acompanhamento com uma auto-avaliação para identificar se você aumentou ou reduziu o seu power. Com o passar do tempo, o monitoramento do seu power te dará autoconfiança.


Saiba como manter a energia para passar na residência médica. Clique no link abaixo:


Existe um processo na nossa mente que informa se confiamos ou não em nós mesmos, e quanto mais procrastinamos e enrolamos o que temos para fazer, mais nossa autoconfiança diminui.

Por outro lado, quanto mais cumprimos o que combinamos internamente, mais nossa autoconfiança aumenta.

Se o tempo vai passando e não conseguimos colocar em prática a semana ideal, o nosso power vai mudando de estado. Até que chega uma hora que a nossa barra de energia de autoconfiança está quase zero e aí chega nosso sentimento de culpa.

Neste momento começamos a alimentar o ciclo da culpa, reclamando que não estamos conseguindo e lastimando as atividades que estão atrasadas. Esse comportamento gera um certo senso de urgência, e aí que entra ela: o mau do nosso século, a ansiedade.

O nosso tempo começa a passar, não conseguimos mais retomar o ritmo de estudos e pouco a pouco nossa motivação para estudar e cumprir o planejamento da semana vai indo embora, até a completa desistência.

Você precisa transformar esse estado de culpa em um senso de realização, enchendo a sua barra de energia. Você vai ver que um sentimento enorme de auto-confiança vai te inundar! Mais combustível para seguir em frente!

Nos últimos anos, analisando os casos de aplicação da nossa metodologia, identificamos que a maioria das pessoas perdem o foco por causa de um grupo de sabotadores dos estudos, alguns com causas internas, isto é, acontecem somente dentro de nossa mente, e outros com causas externas, que surgem de terceiros.

Os sabotadores internos acontecem principalmente por falta de treino, concentração e de auto-controle, e os sabotadores externos muitas vezes deixamos acontecer por conta de comportamentos sem objetividade, com falta de honestidade ou habilidade para lidar com situações que podem parecer complexas ou delicadas.           

A escolha de persistir é sua.

Ou você acha que os atletas conseguem bater os recordes das olimpíadas antes de chegar na data da prova? Engano seu.

Se você fizer uma pesquisa, perceberá que os atletas não chegam em sua máxima performance durante os períodos de preparação, mas sabem que a cada dia precisam elevar um pouco mais seu rendimento, para que estejam bem preparados quando chegar o momento mais importante da competição.

Mesmo assim, eles treinam sempre a cada semana acreditando que já são campeões.

Então foque no agora, foque no presente e acredite que já está na residência e assim você conseguirá passar na sua prova.

Ter uma mente positiva e saudável é muito importante e é por isso que o acompanhamento da nossa equipe em tempo integral colabora muito para fortalecer o seu autocontrole, com técnicas para controlar a ansiedade e técnicas de penalização para sempre que você se desconcentrar.

Este foi um bom resumo do que fazemos junto aos alunos durante o módulo II do nosso método, o Medcoach.

 Até a próxima!


Esperamos que tenham gostado do conteúdo desse vídeo. E continuem ligados que vem muito mais conteúdo por ai!!

passar na residência médica

 

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL