banner desktop banner mobile

Conheça as especialidades médicas que você pode atuar!

Conheça as especialidades médicas que você pode atuar!

Qual especialidade médica você quer cursar?

Você sabe o que levar em consideração na hora de escolher a especialização que quer seguir?

A medicina é, então, uma área bastante abrangente e que tem várias ramificações a serem exploradas.

No entanto, um médico pode atuar em diversas especialidades, desde que, tenha cursado a residência específica para tal, mas antes ele precisa saber como escolher a sua residência médica.

Enfim, escolher uma especialidade não é uma tarefa fácil, visto que há uma grande variação de opções.

Especialidade médica

Vamos te ajudar a escolher a especialidade médica

Para os médicos, essa dúvida é algo que faz parte do cotidiano, até mesmo na hora de participar do processo seletivo ela, dessa forma, acaba aparecendo.

Ter certeza do que quer é uma vantagem para muitos, entretanto há outros que se esforçam bastante para entender a especialidade que pretendem atuar.

Neste caso, é importante explorar matérias que despertaram maior interesse.

Mesmo porque, como generalista, os médicos também acabam esbarando em algumas áreas, já que os quadros clínicos são bastante variados.

Ainda tem dúvidas?

De antemão adianto que não é algo fácil, mesmo que a decisão final, dessa forma, seja sua.

Mesmo assim, abordaremos alguns pontos que serão benéficos a sua escolha, orientando e portanto, dando um norte para que tome a decisão correta.

Muitas possibilidades para iniciar uma especialidade médica

Para começar o processo de escolha, você precisa, então, entender a quão ampla é a saúde.

São muitas áreas de estudo na medicina, algumas, então, são mais populares e outras nem tanto.

Acima de tudo, até o próprio concurso costuma trabalhar algumas áreas, onde, no entanto, há cinco grandes especialidades que são norteadas como as mais populares da medicina.

Neste caso, você já deve ter identificado entre elas a pediatria, ginecologia e obstetrícia, clínica médica, cirurgia geral e medicina social ou medicina da família e comunidade.

No entanto, são essas as áreas de maior prestígio e destaque dentro da medicina, ou seja, há muito mais profissionais, então, atuando como especialistas a essas áreas.

Entretanto, não são apenas elas que cobrem a saúde humana.

Há muita especialidade médica!

Há outras inúmeras áreas, algumas dentro dessas cincos, para serem, então, exploradas.

A medicina é, portanto, uma profissão muito ampla, possibilitando que os médicos atuem em muitas especialidades.

Ela, logo, compreende a psiquiatria, geriatria, ortopedia, oftalmologia e por aí vai.

Sendo assim, até mesmo o que você pensa que não tem especialidade, tem alguma área que cuida e que você pode se tornar um médico especialista.

Isso, então, acaba dificultando ainda mais a escolha dos profissionais, que se veem em meio de muitas possibilidades a serem escolhidas.

O ideal, para isso, é sempre ir listando e eliminando alguns itens, que já facilita todo o trabalho.

Por isso, se você quer saber mais sobre as especialidades, continue lendo.

Especialidade médica mais popular, conheça:

Em relação à medicina generalista 

De maneira idêntica, diversos médicos escolhem essa especialidade pensando em ajudar positivamente em longo prazo a vida do paciente.

Porém, analisar uma pessoa apenas quando ela está doente não é o suficiente para ajudar na prevenção de doenças e garantir o bem-estar dela.

Assim, um dos desafios dos médicos que trabalham nessa especialização atualmente é, portanto, oferecer um atendimento de qualidade.

Por isso, no futuro, sensores irão transmitir informações de pacientes em tempo real para o celular ou computador do médico.

Assim ele poderá acompanhar de perto e identificar alguma variação nos sinais vitais.

Além disso, ele poderá oferecer tratamentos simples de forma remota.

Aumentando, portanto, a confiança do paciente e criando um relacionamento mais próximo.

Na área de ginecologia e obstetrícia

Especialidade médica

Ainda assim existem algumas dificuldades para a avaliação do status de saúde do bebê e das mulheres grávidas.

Com isso, alguns dispositivos possuem a finalidade de monitorar os sinais vitais do bebê e da mãe.

Garantindo, então, os devidos cuidados em uma emergência médica.

Por conseguinte, um aspecto mais polêmico, mas que caminha para se consolidar é a manipulação genética do feto.

Consequentemente, isso poderá corrigir qualquer falha ainda no útero.

No caso da radiologia

Especialidade médica

Dessa maneira, irá existir uma melhora na inteligência artificial, capaz de examinar centenas de radiologias em segundos.

Porém isso não significa que os robôs irão substituir os profissionais.

Ao contrário disso, os radiologistas terão, portanto, tempo para supervisionar o trabalho feito pela máquina e para pesquisas e inovações.

No entanto, o futuro dessa especialidade será muito mais interessante que examinar milhares de raios-x todos os dias.

A área da oftalmologia

Especialidade médica

Talvez, então, seja uma das áreas que mais passe por revoluções. Pois implantes digitais irão, contudo, restaurar a visão de muitos pacientes cegos.

Assim, lentes de contatos digitais poderão transformar a maneira de enxergar e o tratamento de diabetes.

Na oncologia

Por certo, os especialistas na área, inclusive, estão personalizando as terapias de acordo com bases moleculares dos tumores.

A saber, uma novidade que tem revolucionado esses processos são os sequenciamentos genéticos mais baratos e também o estudo sobre biomarcadores.

Além disso, os avanços tecnológicos irão melhorar ainda mais o diagnóstico dos tumores, aumentando as chances de recuperação e evitando cirurgias.

A inteligência artificial poderá, por fim, ajudar os médicos a entender e curar o câncer, por exemplo.

Será, então, possível que o computador seja capaz de sugerir um plano de tratamento com alta probabilidade de sucesso, baseado em informações retiradas de milhões de estudos sobre casos de câncer.

Assim, com o passar do tempo, os pacientes já estão mais informados sobre suas doenças graças à mídia social e as comunidades onde os pacientes trocam informações entre si.

Conheça algumas especialidades médicas

Acunpuntura

acupuntura, então, é uma prática milenar da medicina chinesa praticada na maioria dos países.

Tal técnica, capaz de complementar tratamentos da medicina ocidental abrangendo diversas áreas da saúde, é reconhecida, então, no Brasil pelo Conselho Federal de Medicina desde 1995.

Alergia e Imunologia

De fato, a especialidade de alergia imunologia é um ramo relativamente recente na história da Medicina.

Embora várias doenças alérgicas tenham sido descritas desde a Antiguidade, como a asma e a alergia alimentar.

Sendo assim, a compreensão da fisiopatologia das doenças imuno-alérgicas através da identificação de novos padrões moleculares.

E também das suas funções teve uma contribuição fundamental para o entendimento dos mecanismos envolvidos na gênese.

Assim como na identificação, então, de novos fenótipos e endótipos, no desencadeamento e na manutenção das doenças alérgicas.

Desta forma, novos métodos terapêuticos como as novas drogas biológicas e novas formas de imunoterapia, propiciam, então, um manejo mais eficaz das mesmas.

Anestesiologia

O programa de Residência Médica em Anestesiologia compreende a prática nas diferentes modalidades de anestesia.

Dessa forma desde pacientes submetidos a procedimentos ambulatoriais até os de alta complexidade, como transplantes.

Cancerologia

A Cancerologia, também chamada de Oncologia, é a especialidade médica que estuda os cancros (tumores malignos) e a forma de como essas doenças se desenvolvem no organismo, procurando seu tratamento.

Portanto, na oncologia atual é de suma importância o tratamento multidisciplinar, envolvendo oncologistas, cirurgiões, radioterapeutas, patologistas, radiologistas, etc.

E também enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, biomédicos, dentistas e muitos outros profissionais.

Posto que à enorme complexidade da doença e suas diferentes abordagens terapêuticas.

Cardiologia

A princípio, a cardiologia é a especialidade responsável por estudar, diagnosticar e tratar as doenças relacionadas ao coração e grandes vasos.

Dentre as mais tradicionais e conhecidas especialidades médicas, a cardiologia também vem cada vez mais ganhando importância no cenário médico.

Isso se dá devido ao crescente aumento das doenças cardiovasculares, sendo, então, atualmente a principal causa de óbito no mundo inteiro.

Cirurgia de Mão

Nesse sentido, a cirurgia da mão é uma especialidade que surgiu da necessidade de tratar todas as patologias que envolvem a mão e o membro superior.

O cirurgião de mão, portanto, é um especialista que necessita de habilidades nas áreas de ortopedia, cirurgia plástica e microcirurgia. 

Cirurgia Geral

Naturalmente, a Cirurgia Geral é uma especialidade que tem como pré-requisito o diploma em Medicina.

Ela tem duração de aproximadamente dois anos e a forma de acesso é por meio de Concurso de Residência Médica ou por Pós-Graduação.

A primeira geralmente, ou seja, é a mais desejada e, de certa forma, mais concorrida.

Além de receber uma bolsa-auxílio, o programa de residência pode ser cursado em hospitais municipais, estaduais, federais e das Forças Armadas.

Entretanto, ao final do curso é garantido um Certificado de aptidão para exercer a especialidade com credenciamento pelo Ministério da Educação (MEC).

Cirurgia Pediátrica

Do mesmo modo, a Cirurgia Pediátrica é uma das especialidades médicas, uma especialidade médica responsável pelo tratamento cirúrgico de doenças congênitas.

Ou adquiridas, desde o período neonatal até o fim da puberdade. 

Do ramo da cirurgia, ela se ocupa do tratamento cirúrgico de doenças que acometem indivíduos desde o período da vida fetal até o, então, início da idade adulta.

Cirurgia Plástica

Logo, a cirurgia plástica é uma das mais de 50 especialidades médicas reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Por meio de avançadas técnicas cirúrgicas, seu objetivo é reconstituir alguma parte do corpo.

A cirurgia plástica pode ser, então, de dois tipos: Estética que por objetivo de melhorar a aparência do paciente.

Alguns exemplos são: lipoaspiração, lifting da face, rinoplastia (plástica de nariz), etc.

E a Reparadora visa melhorar a aparência do paciente, como também dar a ele maior qualidade de vida por meio da correção de defeitos congênitos ou adquiridos.

Assim como, correção de fenda palatina (lábio leporino), enxertos de pele em queimados ou vítimas de acidentes e reconstrução das mamas em pacientes que tiveram câncer.

Clínica Médica

Nesse sentido, a Clínica Médica é considerada uma das áreas bases da medicina, uma vez que engloba conteúdo das diversas especialidades clínicas.

E esse, logo, é justamente um dos principais pontos de quem escolhe esta especialidade: você acaba sempre lendo e sabendo um pouco de tudo.

O ponto forte, então, são os desafios diagnósticos: os pacientes se apresentam com um conjunto de sinais e sintomas e é, portanto, o clínico o responsável pela investigação.

Coloproctologia

O coloproctologista é portanto um cirurgião especializado em tratamentos cirúrgicos e não cirúrgicos de doenças do intestino delgado, intestino grosso, reto e ânus. 

Sendo assim, ele tem formação avançada em problemas do intestino, além de ter tido treinamento na especialidade da cirurgia geral. 

Portanto, a Coloproctologia é a parte da gastroenterologia direcionada aos estudos das doenças do intestino grosso e delgado, do reto e ânus.

Antes conhecida como Proctologia, a especialidade médica passou, então, a ser melhor referida pelo termo Coloproctologia por incluir também o estudo e abordagem terapêutica das doenças do intestino grosso e delgado.

Leia também: Como estudar para a residência médica na faculdade?

Dermatologia

A priori, a Dermatologia é uma especialidade médica cuja área de conhecimento se concentra no diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças e afecções relacionadas à pele, pelos, mucosas, cabelo e unhas.

É também especialidade indicada para atuação em procedimentos médicos estéticos, cirúrgicos e oncológicos.

Endocrinologia e Metabologia

A Endocrinologia é a especialidade médica que se dedica ao estudo e à análise das glândulas endócrinas, suas doenças e suas funções.

Portanto, como pré-requisito para a especialidade, são necessários 2 anos de residência de Clínica Médica e, então, mais 2 anos de residência em Endocrinologia.

Essa é então uma especialidade eminentemente ambulatorial, com poucas urgências e eventuais internações para acompanhamento dos pacientes que evoluem com alguma descompensação clínica.

Hematologia e Hemoterapia

Do mesmo modo, a Hematologia e Hemoterapia é a especialidade responsável por investigar, diagnosticar e tratar os distúrbios do sangue.

Sejam eles benignos ou malignos do ponto de vista patológico, e por todos os procedimentos relacionados à transfusão de sangue.

Homeopatia

Daí, considerada por muitos como um método de tratamento alternativo, a homeopatia é uma especialidade médica reconhecida desde 1980 pelo Conselho Federal de Medicina (Resolução 1.000) e que vem ganhando adeptos.

Apesar de não haver uma estimativa oficial sobre o número de usuários da homeopatia no mundo, segundo a Associação Médica Homeopática Brasileira (AMHB), no Brasil, há, então, em torno de 15 mil médicos homeopatas.

Tal número deve crescer em função do aumento de escolas de especialização.

Infectologia

A saber, a Infectologia é uma especialidade médica que se ocupa do estudo das doenças causadas por diversos patógenos como príons, vírus, bactérias, protozoários, fundos e animais.

A infectologia também é chamada de “doenças infecto-parasitárias” (DIP) ou “moléstias infecciosas e parasitárias” (MIP).

No Brasil, a infectologia é uma especialidade médica, reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina.

Sendo assim determinado que, além do curso de Medicina, o profissional deva fazer uma residência médica que tem a duração de três anos.

O infectologista atua, portanto, na prevenção primária (educação em saúde, vacinação, etc.).

E também na prevenção secundária (tratamento de doenças infecciosas e prevenção de incapacidade causadas por estas).

Gastroenterologia e Endoscopia Digestiva

Denota que a Gastroenterologia ou Gastrenterologia é a especialidade médica que se ocupa do estudo, diagnóstico e tratamento clínico das doenças do aparelho digestivo.

O tratamento cirúrgico de tais patologias é, portanto, abordado pela Cirurgia do Aparelho Digestivo.

Genética Médica

Genética Médica é uma especialidade um tanto desconhecida, não só por parte da população em geral, mas também por parte de outras especialidades médicas.

No entanto, o médico geneticista possui graduação em Medicina e Residência e/ou título de especialista em Genética Médica.

Geriatria

Geriatria, é então, a especialidade médica que se integra na área da Gerontologia com o instrumental específico para atender aos objetivos da promoção da saúde.

Assim como, da prevenção e do tratamento das doenças, da reabilitação funcional e dos cuidados paliativos.

Com isso, ela abrange desde a promoção de um envelhecer saudável até o tratamento e a reabilitação do idoso.

Sendo assim, o processo de envelhecimento impacta no comportamento orgânico, demandando abordagens diferenciadas, assim como crianças e jovens apresentam especificidades que são tratadas pelo pediatra.

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia e Obstetrícia são duas especialidades distintas adquiridas por meio de um único programa de residência médica.

De maneira que, portanto, a formação acadêmica, obrigatoriamente, se dá em ambas as áreas.

Assim, a Ginecologia significa “a ciência da mulher”; é a especialidade da Medicina dedicada ao estudo do aparelho genital feminino e da mulher como um todo.

Bem como, a Obstetrícia é a ciência que estuda a reprodução humana, ocupando-se da gestação, do parto e do puerpério, contemplando os seus aspectos fisiológicos e patológicos. 

O termo “obstetrícia” é derivado do latim “obstare”, que significa “estar ao lado”.

Assim, a área de Ginecologia e Obstetrícia tem a característica ímpar de lidar com duas especialidades que tratam da saúde da mulher em diferentes períodos da vida.

Apesar de serem bastante distintas em termos das doenças, dos cuidados e da abordagem da saúde no dia a dia.

Mastologia

A Mastologia é a especialidade médica que trata das doenças de mama, em termos de prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação.

Todavia, essa especialidade contempla alterações benignas e malignas e o especialista mastologista atende homens e mulheres; crianças e adolescentes; adultos e idosos.

Medicina do Exercício e Esporte

Porquanto, a Medicina Esportiva é a especialidade médica que estuda como o exercício físico influencia na saúde das pessoas, sejam elas esportistas ou não, bem como a falta de exercício.

Outro aspecto estudado é também a lesão que pode ser provocada durante a realização de diversos tipos de atividades físicas.

Afinal, o objetivo é ter respaldo para encontrar as possíveis curas e tratamento de lesões causadas por exercícios.

Medicina Intensiva

A Medicina Intensiva, contudo, é uma especialidade relativamente jovem, reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina em 1992.

Os intensivistas trabalham, em suma, sob pressão e são muitas vezes os responsáveis pela organização e liderança das equipes na UTI.

Medicina do Trabalho

A Medicina do Trabalho, em vista disso, é a especialidade médica que lida com as relações entre homens e mulheres trabalhadores e seu trabalho.

Ela visa não somente à prevenção dos acidentes e das doenças do trabalho, mas à promoção da saúde e da qualidade de vida.

Medicina do Tráfego

A Medicina do Tráfego é, portanto, uma área que vai muito além do que renovar habilitação ou habilitar o candidato pela primeira vez.

Há, então, uma gama de áreas de atuação para colaborarmos com segurança do trânsito.

Medicina de Família e Comunidade

Desta maneira, a Medicina de Família e Comunidade (MFC) é uma especialidade médica que atende as pessoas ao longo de suas vidas, independentemente de gênero, idade ou possível doença.

Ela, então, reúne ações de promoção e recuperação da saúde em situações agudas ou crônicas.

Medicina Física e Reabilitação

A Medicina Física e de Reabilitação (MFR) ou Fisiatria é, dessa forma, uma especialidade médica que se ocupa do diagnóstico e terapêutica de diferentes entidades.

Tais como as subsequentes as patologias traumática, as lesões do sistema nervoso central e periférico, orto-traumatológicas, cardio-respiratórias, reumatológicas, vasculares periféricas, pediátricas entre outras.

Assim sendo, a Medicina Física e de Reabilitação aplica diferentes estratégias terapêuticas.

Elas vão prevenir ou reduzir as múltiplas consequências clínicas das doenças agudas e crônicas, no âmbito das deficiências das incapacidades e das desvantagens.

Medicina Nuclear

A Medicina Nuclear é uma especialidade médica que, utilizando métodos seguros, praticamente indolores e não invasivos.

Além disso emprega materiais radioativos com finalidade diagnóstica e terapêutica.

Inquestionavelmente, usa quantidades mínimas de substâncias radioativas (radiofármacos) como ferramenta para acessar o funcionamento dos órgãos e tecidos vivos, realizando imagens, diagnósticos e, também, tratamentos.

Leia também: O que é e como funciona a residência médica?

Nefrologia

Em resumo, a Nefrologia é uma especialidade médica dedicada ao diagnóstico e tratamento clínico das doenças do sistema urinário, principalmente relacionadas ao rim.

O médico especializado nas doenças do sistema urinário chama-se , então, médico nefrologista.

Neurocirurgia

Neurocirurgia é, então, a especialidade médica que se ocupa do tratamento de adultos, crianças, neonatos.

E, nos últimos anos, de fetos, portadores de doenças do sistema nervoso central e periférico.

Tais como hidrocefalia, tumores, doenças vasculares, degenerativas, traumas crânio-encefálicos e lesões raqui-medulares passíveis de abordagem cirúrgica.

Bem como do tratamento neurocirúrgico da epilepsia, da dor, das desordens dos movimentos (tais como a  doença de Parkinson, as distonia, a síndrome de Tourette, dentre outras)

E também de alguns transtornos psique ( psicocirugia). Recentemente, também passou a tratar da substituição de órgãos sensoriais (olho e ouvido interno) disfuncionais por dispositivos artificiais.

Neurologia

Logo, a Neurologia é a especialidade que se dedica ao diagnóstico e tratamento das doenças que afetam o sistema nervoso e os componentes da junção neuromuscular (nervo e músculos).

Nutrologia e Nutrição Parenteral e Enteral

Nutrologia, é portanto, a especialidade médica que estuda, pesquisa e avalia os benefícios e malefícios causados pela ingestão dos nutrientes.

Aplicando este conhecimento para a avaliação de nossas necessidades orgânicas, visando a manutenção da saúde e redução de risco de doenças, assim como o tratamento das manifestações de deficiência ou excesso.

Oftalmologia

​​​A Oftalmologia é uma especialidade da medicina responsável por estudar e promover o tratamento de doenças que afetam a visão, a saúde dos olhos e as estruturas próximas.

Diante disso, diferentemente dos oculistas, os oftalmologistas são médicos que podem ter atuação tanto clínica como cirúrgica.

Sobretudo, por meio de diversas técnicas de exame, como a avaliação da acuidade visual, o grau dos óculos e o estado de saúde dos olhos com microscópios oculares e modernos aparelhos.

Os oftalmologistas são capazes de diagnosticar doenças como:

  • glaucoma 
  • catarata 
  • retinopatias 
  • doenças do nervo óptico.  

Desta forma, podem identificar as diferentes causas de redução visual ou de outros sintomas oculares, e propor os melhores tratamentos clínicos ou cirúrgicos atualmente disponíveis. 

Ortopedia

Primordialmente, a ortopedia é a especialidade médica que cuida da saúde relacionadas aos elementos do aparelho locomotor, como ossos, músculos, ligamentos e articulações.

A traumatologia é, portanto, a especialidade médica que lida com o trauma do aparelho músculo-esquelético.

A ortopedia, portanto, se disseminou como um ramo da medicina na época romana, onde se desenvolveu métodos cirúrgicos de se consertar fraturas.

Otorrinolaringologia

A Otorrinolaringologia é, portanto, a especialidade médica que estuda e trata as doenças relacionadas ao nariz, ouvidos e garganta.

Desde amigdalites e otites até paralisias faciais e apneia obstrutiva do sono, são logo muitas as patologias clínicas e cirúrgicas atendidas pelos otorrinolaringologistas.

Patologia Clínica / Medicina Laboratorial

Pouco conhecida pela maioria dos médicos, a Patologia Clínica/Medicina Laboratorial, logo, é uma das 54 especialidades médicas reconhecidas pela Associação Médica Brasileira (AMB).

Muito confundida pela semelhança de nomenclatura com a Patologia (Anatomia Patológica), suas áreas de atuação, habilidades e competências são, dessa forma, muito diferentes.

Pediatria

A Pediatria é a área da Medicina que trata desde o concepto até o adolescente.

Desse modo, cada vez mais o pediatra se vê envolvido com as famílias mesmo antes da concepção: no aconselhamento genético.

Assim como a Clínica Médica, é uma das áreas bases da Medicina, com a Pediatria Geral e a Pediatria voltadas para as diversas subespecialidades.

Por englobar tantas faixas etárias e apresentar, aparentemente, causam diversos tipos de dificuldades para o profissional.

É que muitos alunos acabam, então, por ter receio de escolher essa especialidade para seguir.

É uma das áreas da Medicina que mais costuma exigir conhecimento técnico do profissional, uma vez que a maioria dos pacientes não sabe expressar o que sente.

Havendo, portanto, grande dependência do médico em relação aos responsáveis pela criança, que vão relatar aquilo que conseguem perceber.

Pneumologia

Ao mesmo tempo, a pneumologia, então, é a especialidade médica responsável pelo tratamento de todos os tipos de doenças respiratórias e pulmonares.

O pneumologista é um profissional capacitado a diagnosticar tais doenças e encontrar anomalias que danifiquem, portanto, a saúde e bem-estar do paciente. 

É papel desse especialista identificar os males pulmonares, realizar o tratamento corretamente e orientar o paciente sobre cuidados preventivos.

Psiquiatria

Sendo assim, a Psiquiatria é a especialidade da Medicina que lida com a prevenção, atendimento, diagnóstico, tratamento e reabilitação das diferentes formas de sofrimentos mentais.

Sejam elas de cunho orgânico ou funcional, com manifestações psicológicas severas.

São exemplos: a depressão, o transtorno bipolar, a esquizofrenia, a demência e os transtornos de ansiedade.

A meta principal, por fim, é o alívio do sofrimento e o bem-estar psíquico.

Para isso, é necessária uma avaliação completa do paciente, com perspectivas biológica, psicológica e de ordem cultural, entre outras afins.

Uma doença ou problema psíquico pode ser tratado com medicamentos ou terapêuticas diversas, como a psicoterapia, prática de maior tradição no tratamento.

Radiologia e Diagnóstico por Imagem

Em vista disso, a Radiologia/Diagnóstico por imagem é a especialidade médica dedicada à avaliação diagnóstica através dos métodos de imagem.

Eles incluem o Raio-X, o Ultrassom, a Tomografia Computadorizada e a Ressonância Magnética, permitindo o diagnóstico de inúmeras patologias.

Além do diagnóstico também, são realizados procedimentos invasivos e terapêuticos que compreendem uma subespecialidade, a radiologia Intervencionista.

A radiologia, então, é uma especialidade médica que se renova e avança a cada dia, que, além de investimentos, exige um esforço contínuo de atualização.

Radioterapia

Radioterapia é uma modalidade terapêutica que utiliza a radiação ionizante para o tratamento de diferentes patologias, especialmente o câncer.

Dessa maneira, mais recentemente, a especialidade tem recebido preferencialmente a denominação de Rádio-Oncologia.

Por estar cada vez mais voltada para o estudo e para a geração e disseminação de conhecimento sobre as causas, formas de prevenção e tratamento do câncer.

Algumas patologias benignas também podem ser tratadas com radioterapia, como tumores benignos, malformações vasculares, quelóides, ginecomastia, entre outros.

Reumatologia

A Reumatologia é, então, a especialidade que trata de doenças não cirúrgicas atingem as articulações, ossos, músculos, tendões e ligamentos.

Ou seja, trata também de doenças autoimunes – processo onde o corpo ataca suas próprias células – que causam inflamações, portanto, em qualquer órgão do corpo.

Urologia

Primordialmente, a Urologia é uma especialidade cirúrgica da medicina que trata do trato urinário de homens e mulheres e do sistema reprodutor das pessoas do sexo masculino.

Dessa forma, os médicos que possuem especialização nesta área são, então, os urologistas, treinados para diagnosticar, tratar e acompanhar pacientes com distúrbios urológicos.

Os órgãos estudados, portanto, pelos urologistas incluem os rins, ureteres, bexiga urinária, uretra.

E também os órgãos do sistema reprodutor masculino (testículos, epidídimos, ducto deferente, vesículas seminais, próstata e pênis).

As adrenais acabaram também entrando na especialidade devido ao aspecto cirúrgico das doenças tumorais das supra-renais.

Quando tem indicação cirúrgica de tumor de supra-renal o endocrinologista encaminha para o urologista.

Leia também: Residência médica em 2020

Dessa forma, aproveite e assista o vídeo sobre: Qual a especialidade médica escolher?

Contudo, se precisar de ajuda, pode entrar em contato com a nossa equipe de especialistas, eles estão prontos para te ajudar.
Conheça os nossos programas!
Por fim, um forte abraço, até a próxima. 
Portanto, siga-nos nas redes sociais e receba sempre novidades e dicas super importantes: Facebook, Instagram, Youtube Twitter Linkedin

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL