banner desktop banner mobile

Onde Fazer Residência Médica?

Onde Fazer Residência Médica?

A residência médica é um dos maiores sonhos de grande parte dos médicos, e muitos deles nem saíram da faculdade mas já estão se preparando para ela, e nesse momento surge a seguinte questão: “Onde fazer a residência médica?”.

Podemos dizer que essa é uma dúvida muito comum entre os estudantes de medicina, os futuros residentes, e pode ocorrer tanto nos casos em que o médico não sabe onde prestar a prova, quanto quando ele passa em mais de uma instituição e precisa decidir onde irá assumir.

Independente de qual seja a circunstância, essa nunca é uma tarefa fácil, visto que existem inúmeros fatores que influenciam na tomada de decisão. 

Sob esse mesmo ponto de vista, continue lendo e descubra tudo sobre como definir onde fazer residência médica.

Por que definir onde fazer residência médica é tão importante?

Onde você irá fazer residência médica é tão importante quanto a definição da própria especialidade, visto que muitos médicos desistem de suas residências porque a especialidade ou a instituição não são exatamente aquilo que esperavam. 

E, por incrível que pareça, mesmo que muitos futuros residentes tomem essa decisão com toda certeza e segurança, ainda sim, isso acontece com uma frequência maior do que você imagina.

Isso acontece porque ninguém te conta quais são os prós e contras de cada instituição, até mesmo porque são tantas instituições que pode até ficar difícil fazer isso. 

Seguindo esse raciocínio, pense no seguinte exemplo:

Digamos que você tenha sido aprovado na residência médica em 3 instituições, e escolheu uma dessas 3 para atuar, entretanto, você não consegue se adaptar à ela. 

Entretanto, ao escolher uma instituição, você automaticamente descarta as outras duas.

Dessa forma, escolher a instituição errada pode fazer com que você tenha que passar por todo processo novamente. 

Entendeu agora a importância de escolher a instituição certa? Essa é uma decisão que não tem volta, a menos que você comece tudo do zero, de novo.

Agora que você já entendeu, vamos descobrir como minimizar os riscos de se arrepender de sua escolha.



Fatores importantes para levar em consideração sobre onde fazer residência médica

#1 O local onde você pretende fazer residência médica é adequado para sua especialidade?

Você deve estar se perguntando “como assim?” em conformidade com o que já falamos no artigo sobre a demografia médica, algumas especialidades estão enfrentando certo congestionamento em determinadas regiões, enquanto outras, estão em estado de escassez. 

Saber disso faz toda diferença na hora de definir onde fazer residência médica, visto que, se você optar por uma instituição que fica localizada em uma região que não tem tanta demanda da sua especialidade, sua residência médica não será proveitosa.

#2 Dê prioridade para hospitais em regiões onde você pretende se estabilizar 

Muitos vão em busca de hospitais em grandes cidades, e realmente, em sua grande maioria, esses hospitais são sinônimo de excelência tanto em educação quanto em infraestrutura. 

E, como já é conhecido, a residência médica é um período no qual o médico cria seu networking, o que lhe proporciona, inclusive, oportunidades de emprego no hospital que faz sua residência, assim como integrar equipes de médicos renomados, posteriormente, continuar seus estudos fazendo um mestrado. 

A residência médica é uma porta para grandes e inúmeras oportunidades, por esse motivo, você deve ter o desejo de criar raízes no local onde realizar sua residência. 


Leia também: O que fazer depois da residência médica


#3 Como é a infraestrutura desse hospital?

Esse hospital atende bem as necessidades que sua residência irá demandar? Qual é a opinião de quem já fez residência nesse hospital?

Fazer essa pesquisa é muito importante para evitar frustrações e surpresas desagradáveis durante sua residência.

Além disso, você deve levar em consideração a possibilidade de continuar na instituição depois da residência.

#4 Qual a carga horária teórica do programa?

É absolutamente comum que o residente chegue ao programa louco para colocar a mão na massa, entretanto, não podemos esquecer que a residência médica conta com sua parte teórica. 

Dessa forma, é importante analisar esse ponto durante sua pesquisa sobre a instituição, uma vez que a parte teórica do programa se faz fundamental para que o residente possa exercer plenamente a prática. 

Outrossim, as discussões clínicas, análises de casos, que já foi visto durante o internato, ajudam muito no dia a dia dos residentes. 

5 Dicas para definir onde fazer residência médica 

#1 – Conheça o tipo de paciente que você irá atender

Assim como conhecer bem o público, ou seja, o tipo de paciente, é importante na hora de definir sua especialidade médica, essa questão se faz igualmente importante quando se trata do local de atuação. 

Isso se dá pelo fato de que você precisa saber se sua especialidade será bem aproveitada naquela região ou não.

Conforme falamos anteriormente, algumas especialidades são muito requisitadas em alguns lugares, devido a falta de profissionais e grande quantidade de pacientes, em contraste, outras especialidades estão congestionando certas regiões que não existem uma demanda tão grande assim da mesma.

Por exemplo, se você for especialista em pediatria, não seria bom ir para uma cidade onde a taxa de natalidade é baixa, não é mesmo?

#2 Esteja atento à concorrência 

A concorrência não se trata apenas da relação candidato vaga no vestibular entrar na residência, mas também está ligada à atuação de profissionais da mesma área que a sua.

Conforme foi divulgado no estudo sobre a demografia médica, existe uma má distribuição dos profissionais de medicina no Brasil.

Dessa forma, é preciso estar atento sobre onde sua especialidade será mais aproveitada, ao invés de fazer como os demais e ir para os grandes pontos de foco da sua especialidade, onde existem mais médicos do que pacientes.

#3 Faça as contas! Análise o investimento que você fará

A residência médica oferece uma bolsa auxílio para o residente, no valor de cerca de R$3.000,00, por esse motivo, não é permitido que o médico atue fora do hospital que faz sua residência. 

Entretanto, muitos médicos optam mesmo assim por realizar plantões por fora, visto que muitas vezes a bolsa não supre todas as suas necessidades.

Por esse motivo, é preciso colocar tudo na ponta do lápis, você fará residência médica em um hospital público ou particular? 

Qual o estilo de vida das pessoas dessa região? Vai morar sozinho ou irá dividir as despesas com alguém?

 Você conseguirá ou não atuar como médico fora do horário da residência? 

Essas são questões que não devem passar batidas, uma vez que podem evitar futuras surpresas indesejadas.


Leia também: Economia na residência médica, na ponta do lápis


#4 Quais as expectativas para o futuro da sua especialidade nesta região? 

Você sabe quais são as expectativas para o futuro da sua especialidade nesta região?

Não? Então já passou da hora de pesquisar mais sobre isso. 

Pesquisas como essa vão te ajudar a tomar uma decisão mais consciente e certeira, pois você estará analisando o crescimento da sua especialidade naquela região onde pretende fazer residência médica e saberá se aquele local é ou não próprio para criar raízes ao final de sua residência. 

Outra opção é que você visite a cidade, se for possível, para conhecer mais sobre ela. 


Leia também: Principais tendências da medicina para o futuro


#5 Como é a remuneração da sua especialidade onde pretende fazer residência médica? 

A remuneração médica é um assunto bem polêmico, e por esse motivo, é sempre importante ressaltarmos que uma especialidade pode ser muito bem remunerada em uma determinada região, e em outra não.

Por conseguinte, você deve pesquisar mais a respeito disso, comparar o salário entre as regiões, para que assim, não se depare com um salário abaixo do que o esperado.


Saiba mais: Quanto um médico ganha atualmente no Brasil?


Perguntas que você precisa se fazer antes de definir onde fazer residência médica

onde fazer residência médica

onde fazer residência médica


Onde fazer residência médica? Conheça os melhores hospitais

Listamos os 44 melhores hospitais do Brasil para se fazer residência médica, confira:

Hospital Regional do Baixo Amazonas

Em primeiro lugar, temos o Hospital regional do Baixo Amazonas, logo, mais conhecido como HRBA.

Sob o mesmo ponto de vista, o Hospital Pró Saúde, está localizado em Santarém, no Pará e desta forma atende a 20 municípios do oeste do estado.

Sobretudo, ele tem se tornado referência no ensino e pesquisa, visto que é credenciado pelos Ministérios de Saúde e de Educação.

Nesse sentido, sendo então, uma referência no Norte do Brasil quando o assunto é tratamento de câncer.

Assim sendo, o hospital, em síntese, atualmente,oferece 34 vagas em seus 12 programas de residência médica, nas seguintes especialidades:

  • Anestesiologia (5 vagas)
  • Cancerologia Clínica (2)
  • Cancerologia Cirúrgica (1)
  • Cirurgia Geral (6)
  • Clínica médica (5)
  • Ginecologia e obstetrícia (2)
  • Infectologia (1)
  • Medicina da família e comunidade (2)
  • Neurocirurgia (3)
  • Ortopedia e Traumatologia (5)
  • Pediatria (2)

Por fim, o hospital apresenta alta qualidade em seus profissionais da saúde, bem como, se mostra uma excelente opção para quem não tem problemas em morar longe da região Sudeste.

Hospital Regional de Cotia

Em seguida, temos o Hospital regional de Cotia, conhecido como HRC.

Agora, essa unidade está localizada em Cotia, São Paulo, e o hospital logo é referência para os municípios de Cotia e Vargem Grande Paulista, dessa forma, atuando de forma integrada aos serviços municipais de saúde.

O Hospital, portanto, conta com vagas para as seguintes especialidades:

  • Anestesiologia (2 vagas)
  • Cirurgia Geral (1 vaga)
  • Clinica Médica (1 vaga)
  • Ginecologia Obstétrica (1 vaga)
  • Ortopedia e Traumatologia (2 vagas)
  • Pediatra (2 vagas)

Em suma, essa instituição é a queridinha de muitos profissionais, visto que muitos, portanto, dão preferência para hospitais nas regiões de São Paulo.

Entretanto, tanto a concorrência quanto o nível de dificuldade das provas, são altos.

Hospital Estadual de Sumaré

Em terceiro lugar, temos o Hospital estadual de Sumaré, conhecido como HES. Essa unidade está localizada em Sumaré, no estado de São Paulo, e é regido pela UNICAMP.

Sendo assim, a FCM (Faculdade de Ciências Médicas) da Unicamp, oferece, então, programas de residência médica em 47 especialidades, 36 áreas de atuação.

De forma que todos os programas são credenciados junto à Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM).

Podendo assim, promover o treinamento e qualificação de médicos nas seguintes especialidades:
  • Anestesiologia
  • Cardiologia
  • Cirurgia Geral
  • Cirurg. Oftalmológica
  • Cirurgia Ortopédica
  • Cirurg. Pediátrica
  • Cirurgia Plástica
  • Cirurg. Torácica
  • Cirurgia Vascular
  • Clínica Médica
  • Dermatologia
  • Gastrocirurgia
  • Gastroclínica
  • Ginecologia
  • Hematologia
  • Neurologia
  • Neurocirurgia
  • Neuropediatria
  • Obstetrícia
  • Oftalmologia
  • Ortopedia
  • Otorrinolaringologia
  • Pediatria
  • Proctologia
  • Radiologia
  • Terapia Intensiva Adulto
  • Terap. Intensiva Pediátrica
  • Terapia Intensiva Neonatal
  • Urologia

Em síntese, ele é um dos hospitais mais concorridos.

Entretanto, a experiência adquirida dentro desse hospital justifica, então, a extensa lista de concorrentes.

Hospital Municipal de M’Boi Mirim

Em seguida temos o Hospital Municipal de M’Boi Mirim, também conhecido como Einstein.

Por sua vez, a instituição está localizada na grande São Paulo.

Desse modo, esse seja talvez um dos hospitais mais famosos.

Bem como, é provável que um dos motivos para isso são, então, suas instalações modernas e equipamentos de última geração.

Visto que, o Hospital conta com uma infraestrutura acessível, logo, facilita a movimentação de cadeirantes e pessoas com outros tipos de deficiências.

Dessa forma, o Hospital conta também, com um heliponto, tornando o transporte de vítimas de acidentes socorridos pelos bombeiros e pela polícia muito mais fácil.

Esse hospital conta com algumas especialidades como:
  • Clínica Médica
  • Cirurgia Geral
  • Pediatria
  • Traumatologia
  • Ginecologia e Obstetrícia
  • Psiquiatria

Sendo assim, passar nas provas desse hospital exige muito do candidato, sempre que sua concorrência é tão alta.

Entretanto, uma vez dentro desse hospital, as chances de se tornar um médico reconhecido, semelhantemente, aumentam muito.

Hospital Regional Público da Transamazônica – Estadual

Igualmente, temos o Hospital regional público da Transamazônica estadual, mais conhecido como HRPT, e este, então, está localizado em Altamira, Pará.

Sendo assim um hospital, 100% público, ele é reconhecido como uma das maiores instituições em gestão de serviços de saúde.

Assim como, em administração hospitalar do País.

Dessa forma, a unidade é uma referência para os habitantes dos nove municípios que, então, fazem parte da Região de Integração do Xingu:

  • Altamira
  • Anapu
  • Brasil Novo
  • Medicilândia
  • Pacajá
  • Porto de Moz
  • Senador José Porfírio
  • Uruará
  • Vitória do Xingu
Dessa maneira, o hospital conta com as seguintes especialidades:
  • Pediatria;
  • Endocrinologia;
  • Clínica Médica;
  • Neurologia;
  • Neurocirurgia;
  • Gastroenterologia;
  • Cirurgia Geral;
  • Reumatologia.
  • Cirurgia Vascular;
  • Cirurg. Pediátrica;
  • Traumato Ortopedia;
  • Oncologia Clínica;
  • Otorrinolaringologia;
  • Ginecologia e Obstetrícia;
  • Mastologia;
  • Hematologia.
  • Cardiologia;
  • Nefrologia;
  • Pneumologia;
  • Infectologia;
  • Buco-Maxilo;
  • Urologia.

Em resumo, o hospital da Transamazônica é dedicado à população em geral e proporciona, em síntese, um grande aprendizado e, portanto, uma ótima experiência aos residentes.

Hospital Estadual de Vila Alpina

Por conseguinte, continuando nossa lista, também temos o hospital estadual de Vila Alpina, conhecido como HEVA, e assim como o Einstein, ele está localizado em São Paulo.

Semelhantemente, o pronto socorro dessa unidade é referência para as unidades pré-hospitalares tanto móveis quanto fixas.

Ao mesmo tempo, também é responsável por cerca de 75% atendimento das urgências e emergências nessa região.

Dessa forma, seu programa de Residência Médica é credenciado pelo MEC nas seguintes especialidades:

  • Cirurgia Geral
  • Clínica Médica
  • Ginecologia e Obstetrícia
  • Urologia
  • Radiologia

Diante disso, esses programas atendem cerca de 47 residentes por ano.

Entretanto, a prova de residência médica da Vida Alpina pode ser considerada fácil quando comparada, portanto, a outros hospitais da grande São Paulo.

Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo

Posteriormente, outro hospital que podemos citar é o Hospital das clínicas luzia de Pinho Melo, que faz parte da SPDM (Associação Paulista Para o Desenvolvimento da Medicina).

Por conseguinte, essa rede conta com a participação de 18 hospitais.

Ao modo que essa unidade em questão fica, portanto, localizada em Mogi das Cruzes.

Sendo assim, ele se tornou referência por levar para a região atendimento de um corpo clínico especializado, salvo que a região não contava com um antes.

Dessa maneira conta com modernos equipamentos, assim como acesso imediato às novidades quanto a pesquisas acadêmicas na área da saúde.

No entanto, o hospital conta com as seguintes áreas de especialidade:
  • Anestesiologia
  • Cirurgia Geral
  • Cirurgia Torácica
  • Cirurg. Vascular
  • Clínica Médica
  • Medicina Intensiva
  • Med. Intensiva Pediátrica
  • Oftalmologia
  • Ortopedia/Traumatologia
  • Psiquiatria

Por isso, prestar prova de residência médica neste hospital é, da mesma forma, uma boa opção para quem quer ficar perto de São Paulo.

Entretanto prefere viver em uma cidade mais calma.

Hospital Estadual de Diadema

Outro hospital que faz parte da SPDM, é o hospital de Diadema, que, consequentemente, salvo que este se tornou um referencial de saúde da região do ABCD.

No entanto, da mesma forma, essa região é formada por sete municípios:

  • Santo André
  • São Bernardo do Campo
  • São Caetano do Sul
  • Diadema
  • Mauá
  • Ribeirão Pires
  • Rio Grande da Serra

Contudo, essa unidade é especializada no atendimento de casos graves e proporciona, ao passo que, grande aprendizado aos futuros residentes.

Por fim, o hospital conta também com as seguintes áreas de especialidade:
  • Anestesiologia
  • Cirurgia Geral
  • Cirurgia Torácica
  • Cirurg. Vascular
  • Clínica Médica
  • Medicina Intensiva
  • Med. Intensiva Pediátrica
  • Oftalmologia
  • Ortopedia/Traumatologia
  • Psiquiatria
Hospital Geral de Itapecerica da Serra

Igualmente, o Hospital Geral de Itapecerica da Serra, também conhecido como HGIS.

Ele, portanto, está localizado em Itapecerica da Serra.

Assim como o HRPT, esse hospital também é 100% gratuito e tal qual, se tornou referência para os municípios de:

  • Juquitiba
  • Embu-Guaçu
  • São Lourenço da Serra
Assim sendo, o hospital atende as seguintes especialidades:
  • Pediatria
  • Neonatologia
  • Clín. cirúrgica
  • Clínica médica
  • Clín. ortopédica
  • Ginecologia e Obstetrícia
Hospital Estadual Transp. Câncer e Cirurgia Infantil

Posteriormente, o Hospital Estadual Transp. Câncer e Cirurgia Infantil, que está, a saber, localizado no Rio de Janeiro.

Decerto, este hospital é ótimo para os estudantes com interesse em áreas de cirurgia infantil e inegavelmente, de câncer.

Todavia, o hospital atende crianças de 0 a 19 anos de todo o estado do Rio de Janeiro.

Posteriormente, são atendidas no HEC, exclusivamente pelo SUS, a saber, com casos de média e alta complexidade como:

  • cirurgias gerais
  • microcirurgia
  • plásticas
  • ortopédicas
  • neurocirúrgicas
  • tratamento oncológico
  • transplantes renal e hepático

Ademais, podemos concluir que são muitas as opções de hospitais, dessa forma, para você prestar a prova de residência médica.

Certamente,  você precisa escolher o local mais adequado ou até mesmo fazer prova em mais de um hospital.

Entretanto, é necessário estar certo sobre a área de sua especialização.

Hospital Psiquiátrico Professor Severino Lopes

O hospital se faz referência para quem deseja prestar psiquiatria.

Foi fundado em 1956, originalmente conhecido como Casa de Saúde de Natal, e foi o pioneiro em tratamento psiquiátrico especializado. O HPPSL atualmente é uma instituição filantrópica, sem fins econômicos, sendo mantida pela Sociedade Professor Heitor Carrilho.

Hoje a instituição evoluiu muito, e apresenta um complexo de assistência em saúde mental, oferecendo inclusive internação em tempo integral, semi-internamento, pronto socorro psiquiátrico e atendimento ambulatorial em psiquiatria.

Ou seja, uma experiência completa para quem deseja atuar na área de psiquiatria.

Casa  de Saúde Marcelina

Fundado em 1961, pela inspiração de Sophia Marchetti, irmã da Congregação das Irmãs de Santa Marcelina, o hospital Santa Marcelina é uma instituição filantrópica e privada, que concede 87% do seu atendimento ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Considerada, inclusive, referência de qualidade na prestação de serviços de saúde, o HSM está localizado, portanto, na Zona Leste da cidade de São Paulo e sendo assim considerada uma das mais importantes instituições de saúde do Estado.

A instituição conta com 39 programas de Residência Médica e de especialização credenciados por meio da Comissão Nacional de Residência Médica do Ministério da Educação, Cultura e do Desporto .

O Hospital disponibiliza um total de 407 vagas para Residência Médica nas mais diversas especialidades.

Centro de Ciências da Saúde da UFES Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes

O Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes (HUCAM), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), é uma instituição que desenvolve atividades de ensino, pesquisa, extensão e assistência.

Nessa instituição, os programas de residência médica são distribuídos entre 20 especialidades e 5 áreas de atuação.

Centro Hospitalar Psiquiátrico de Barbacena

O Centro Hospitalar Psiquiátrico de Barbacena (CHPB) é o primeiro hospital psiquiátrico público de Minas Gerais e  pertence à Fundação Estadual de Assistência Psiquiátrica (FEAP).

Os serviços do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Barbacena atua em atendimentos em urgência psiquiátrica para adultos, com internação e perfil assistencial para usuários de longa permanência e consultas eletivas.

Ao todo, são 212 vagas ofertadas, para 55 programas em 21 especialidades e 15 áreas de atuação.

Os residentes aprovados poderão atuar em 14 unidades da Rede Fhemig:

  • Centro Psíquico da Adolescência e Infância (Cepai)
  • Hospital Alberto Cavalcanti (HAC)
  • Hosp.Cristiano Machado (HCM/ Sabará)
  • Hospital Eduardo de Menezes (HEM)
  • Hosp. Júlia Kubitschek
  • Hospital Infantil João Paulo II (HIJPII)
  • Hosp.João XXIII (HJXXIII)
  • Hospital Maria Amélia Lins (HMAL)
  • Instituto Raul Soares (IRS)
  • Maternidade Odete Valadares (MOV)
  • Centro Hospitalar Psiquiátrico de Barbacena (CHPB)
  • Hospital Regional de Barbacena Dr. José Américo (HRB-JA)
  • Hosp.Regional Antônio Dias (HRAD/ Patos de Minas)
  • Hospital Regional João Penido (HRJP/ Juiz de Fora).
Clínica Heidelberg LTDA

A Clínica Heidelberg foi fundada pelo Dr. Osmar Ratzke, pós-graduado em Psiquiatria pela Clínica Psiquiátrica da Universidade de Heidelberg, na Alemanha e Mestre em educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR).

A clínica possui uma excelente infraestrutura, além de diversos convênios e curso de formação em Psiquiatria.

Conjunto Hospitalar do Mandaqui

O Conjunto Hospitalar do Mandaqui foi fundado dia primeiro de dezembro de 1938 e é considerado o primeiro hospital governamental especializado em tuberculose de São Paulo.

Atualmente o Conjunto Hospitalar é um Hospital Geral, com nível de ensino e terceirizado, sendo referencia para tratamento poli traumático.

Escola de Saúde Pública ADS Porto Alegre

A Escola de Saúde Pública ADS, iniciou suas atividades de assistencia por volta da década de 20, quando era chamado Serviço de Saúde de Fronteiras e os atendimentos era somente com pacientes portadores de doenças sexualmente transmissíveis (DST).

Atualmente, a ESP atende várias especialidades, como: Dermatologia, Enfermagem, Hanseníase, HIV/AIDS, DST, Psicologia, Nutrição, Laboratório, Micologia, Farmácia, Fisioterapia, Serviço Social.

Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp

A Faculdade de Ciências Médicas (FCM), do campus da Unicamp, oferece vários programas de residência médica em 47 especialidades,  36 áreas de atuação e 6 programas de anos adicionais, todos credenciados junto à Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), promovendo o treinamento e qualificação de médicos.

Faculdade de Ciências Médicas de Pernambuco

A Faculdade de Ciências Médicas (FCM) foi criada em 1950 e o curso de Medicina foi considerado 11º do Brasil e o melhor do Norte-Nordeste do país 2014.

A instituição atua na área de pesquisa e ensino para a qualificação e treinamento de médicos.

Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Uberlândia

A Faculdade de Medicina possui uma Unidade Acadêmica, na Universidade Federal de Uberlândia com o objetivo de produzir e difundir o conhecimento científico e tecnológico na Área da Saúde para formação de profissionais éticos, críticos e competente.

Além da atuação prática, a Faculdade de Medicina também possui pesquisa e extensão.

Faculdade de Medicina da USP

A Faculdade de Medicina da USP ocupa uma área total de 600 mil metros quadrados com, aproximadamente 2.400 leitos distribuídos entre os oito institutos especializados e dois Hospitais Auxiliares.

O Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da USP visa ser uma instituição de excelência, sendo reconhecida nacional e internacionalmente tanto em ensino, pesquisa e assistência.

Constitui um aprendizado prático que integra, por sua natureza, o juízo ético ao exercício da profissão. A FMUSP oferece atualmente 54 programas de treinamento em áreas reconhecidas e credenciadas pela Comissão Nacional de Residência Médica

Faculdade de Medicina de Itajubá

A Faculdade de Medicina de Itajubá possui convênio com o Hospital das Clínicas de Itajubá, com a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e com outros hospitais da região.

O Hospital de Clínicas de Itajubá (HCI), da Associação de Integração Social de Itajubá (AISI), oferece Programas de Residência Médica (PRM) em 09 especialidades de acesso direto, 05 especialidades de entrada com pré-requisito e 02 áreas de atuação, todos credenciados pela CNRM.

Faculdade de Medicina de Marília

A faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA) fica, dessa forma, localizada na Avenida Monte Carmelo, 800, em Marília, interior de São Paulo.

Em suma, Comissão de Residência Médica (COREME) da FAMEMA, oferece portanto Programas de Residência Médica em 29 áreas de conhecimento da Medicina promovendo, dessa forma, a qualificação, igualmente como treinamento de médicos com a finalidade de obter um melhor atendimento.

Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto

A Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP) fica localizada na Avenida Brigadeira Faria Lima, 5416, em São José do Rio Preto.

A  FAMERP oferece, portanto, 64 programas de residência médica, sendo esses credenciados na Comissão Nacional de Residência.

Faculdade de Medicina do ABC

A Faculdade de Medicina do ABC foi criada em fevereiro de 1969 e estabelece um projeto de integração com os recursos públicos de saúde da região, proporcionando um amplo campo de atuação e estágio para os alunos.

A instituição conta com 8 programas de residência médica, nas seguintes áreas:

  • Anatomia Patológica
  • Cirurgia do Aparelho Digestivo
  • Cancerologia e Hematologia
  • Nefrologia
  • Oncologia Pediátrica
  • Otorrinolaringologia
  • Urologia
  •  UTI Pediátrica
Fundação Albert Sabin

O Hospital Albert Sabin Campinas (HASC) possui atendimento de internação, emergência, maternidade e procedimentos ambulatoriais. Atende todas as especialidades, além de contar com UTI neo natal e possuir convênio com a Policlínica Espaço saúde.

Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas

A Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCECON) foi criada em 1974, inicialmente como Centro de Oncologia (CECON), e, em 1989, a unidade hospitalar foi , posteriormente, transformada em FCECON.

A FCECON é referencia no diagnóstico e tratamento do câncer em toda a Amazônia Ocidental, além do destaque em ensino e pesquisa.

Fundação Centro Médico de Campinas

O Centro Médico de Campinas (CMC) foi fundado em 1973 e valoriza o atendimento médico-hospitalar humanizado. Com 202 leitos, o CMC desenvolve pesquisa e a formação técnico-profissional dos profissionais, contemplando maioria das atividades relacionadas à área da saúde.

Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre

A Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre (FFFCMPA), fica localizada na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) e foi fundada em março de 1961.

A FFFCMPA oferece programas de pós-graduação e atuação em residência médica. De forma que, 86% do quadro de docentes são mestres e doutores, dessa maneira, mostrando um exemplo de excelência em ensino.

Fundação Hosp. Estadual do Acre

A Fundação Hospital Estadual do Acre (FUNDHACRE) é um hospital público na cidade de Rio Branco, no Acre.

O FUNDHACRE atua na área infectologia em Residência Médica.

Fundação Hospital Ouro Branco

A Fundação Hospital Ouro Branco conta com programas em 34 especialidades, entre elas estão algumas das mais concorridas, como:

  •  Cirurgia Geral
  • Clínica Geral
  • Obstetrícia Clínica
  • Pediatria Clínica
  • Obstetrícia Cirúrgica
Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará

Em suma, a Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará (FSCMP) possui uma área de 22 mil metros quadrados e 482 leitos instalados. Sendo assim, ela é a mais antiga instituição de saúde do Norte do Brasil, o FSCMP completou 368 anos.

A FSCMP tem como finalidades essenciais: a Assistência, o Ensino e a Pesquisa. O hospital se faz referencia devido seu atendimento ser 100% pelo SUS e, posteriormente, na área do Ensino e Pesquisa é desenvolvido programas Residência Médica.

Hospital do Andaraí

O Hospital Federal do Andaraí (HFA), vinculado ao Ministério da Saúde, é a principal referência de assistência na área da Tijuca.

Sendo assim, o HFA é uma unidade de média e alta complexidade, tendo como serviços prestados oncologia, microcirurgia, assim como cirurgia plástica, e por fim, suporte a grandes traumas.

Hospital 9 de Julho

Fundado em 1955, o Hospital 9 de Julho (H9J), possui 470 leitos disponíveis, sendo assim referência em medicina de alta complexidade.

De súbito, atualmente o H9J participa de um seleto grupo de hospitais brasileiros, que inclusive obtiveram certificação de qualidade internacional pela Joint Commission International (JCI), sendo essa uma organização norte-americana que certifica os melhores hospitais do mundo.

Hospital Agamenon Magalhães

O Hospital Agamenon Magalhães possui consultórios, salas de exames audiológicos, laboratórios e locais de atividades científicas e de ensino.

Portanto, em suma, o HAM visa excelência em atendimento e, posteriormente ensino para os médicos.

Hospital Alberto Cavalcanti

O Hospital Alberto Cavalcanti foi inaugurado em 1936, inicialmente com o nome Sanatório Minas Gerais. Atualmente, a instituição é de porte médio com serviço de mastologia, igualmente como em cirurgia geral.

Além de especialidades como clínica médica, oncologia, serviço de urgência e ambulatorial.

Hospital Alvorada Moema

O Hospital Alvorada Moema foi fundado em 1976 e é um dos maiores hospitais privados do Estado de São Paulo, sendo uma das referências em atendimento médico de alta complexidade.

Hospital geral e referência em ortopedia, o HAM possui 175 leitos e mais de 1.330 metros quadrados.

Hospital Ana Costa

Com mais de 50 anos de história, o Hospital Ana Costa (HAC) é destaque na região litorânea devido sua qualidade e segurança no atendimento. Com 145 leitos, as áreas de Clínica Médica, Clínica Cirúrgica e o Cuidado Materno-Infantil possuem excelente infraestrutura.

Hospital Ana Henri

Por último, temos o Hospital Ana Nery é uma instituição hospitalar de ensino, inclusive, se fez referência no estado da Bahia em procedimentos de alta complexidade e reconhecido pela excelência e referência nas áreas de cardiologia, nefrologia e cirurgia vascular.

Fazer residência médica em hospitais escola

As instituições que ministram os cursos de residência médica, normalmente, têm seus próprios hospitais universitários.

De forma que esses hospitais servem tanto para a residência médica como também para os estágios de médicos em formação.

Os hospitais de residência costumam ter uma ampla procura, muito disso pela qualidade da universidade que o administra.

⇒ Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp (FCM)

A FCM, faculdade de ciências médicas da unicamp, teve recorde de inscrições em 2015.

Disputando as 296 vagas ofertadas haviam mais de 2,9 mil candidatos, número esse 54,5% maior do que o ano anterior.

As áreas mais concorridas eram:

  • Neurocirurgia
  • Neurologia
  • Oftalmologia
  • Dermatologia
  • Cirurgia geral

De forma que, a FCM da Unicamp tem um hospital em sua cidade sede, que fica na cidade Campinas no interior de São Paulo.

⇒ USP

A própria USP é uma das que tem uma procura bastante elevada, em algumas edições chegam a ter até 35 candidatos por vaga aos cursos de maior concorrência.

A instituição administra dois hospitais universitários, onde são ministrados os cursos de residência médica.

Um fica na capital de São Paulo, na Cidade Universitária, enquanto o outro está localizado na cidade de Ribeirão Preto, no interior do Estado.

⇒ UFRGS

Entre as instituições federais, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) também ministra o curso em um hospital próprio, sendo uma das mais buscadas da região Sul do país.

⇒PUC – SP

As universidades particulares também tem seu destaque, como a Pontifica Universidade Católica (PUC/SP) que oferece o curso e é tida como uma das referências em São Paulo.

⇒Sírio-Libanês

Outro grande hospital é o Sírio-Libanês, ele é reconhecido nacionalmente pela assistência que presta a população.

Visto que trabalha com uma estrutura altamente tecnológica, o que favorece e muito o aprendizado dos residentes.

O programa é fiscalizado pelo CNRM e tido como um dos melhores do país.

As especialidades são divididas entre:

  • residência médica;
  • residência multiprofissionais
  • área profissional.

Normalmente, os cursos ocorrem também em hospitais públicos, atendendo a pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

⇒ Hospital das Clínicas de Botucatu

Um deles é o Hospital das Clínicas de Botucatu, mantido pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) na cidade em que está o maior polo da instituição.

⇒ Santa Casa

A Santa Casa também ministra o programa de residência, sendo uma das instituições que tem atuação em diversos Estados brasileiros.

Salvo que a ideia dos cursos de residência médica é que os profissionais façam um treinamento em serviço.

Por esse motivo, é tão importante que as instituições tenham seus próprios hospitais ou parcerias com os existentes em suas cidades, tanto aqueles que são públicos como os privados.


Leia também:


Em resumo, vimos o porquê onde você irá fazer residência médica é tão importante, e assim, podemos concluir que essa não pode ser uma decisão tomada por impulso, caso contrário, poderá resultar em mais um ano na luta para conquistar sua aprovação em outro vestibular de residência médica.

E, certamente, você não quer passar mais um 1 ano estudando, não é mesmo?

Por esse motivo, não fique com dúvida!! Para te ajudar, temos esse artigo completo com as dúvidas mais frequentes sobre a residência médica, clique aqui e confira.

Sob o mesmo ponto de vista, assista ao vídeo sobre como definir onde fazer residência médica, aperte o play:

Ainda não sabe onde prestar residência médica ou qual é a especialidade certa para você? Confira então nossos programas de preparação para residência médica, eles certamente irão te ajudar, clique aqui e confira.

Contudo, se ainda estiver em dúvida sobre os programas, pode entrar em contato com nossa equipe de especialistas, eles  estão prontos para te ajudar em qualquer dúvida que tiver, clique aqui e fale com eles.

Por fim, um forte abraço, até a próxima.


Siga-nos nas redes sociais e receba sempre novidades e dicas super importantes: Facebook, Instagram, YoutubeTwitterLinkedin, Pinterest

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL