Como Funciona o Processo Seletivo da Residência Médica

Como Funciona o Processo Seletivo da Residência Médica

O processo seletivo da residência médica é realizado através de um exame teórico que tem aproximadamente 100 questões sobre diversos assuntos que foram ensinados durante todo o curso.

O processo seletivo para o programa é dividido em três etapas.

A primeira fase equivale à realização de uma prova teórica, que tem maior peso para alcançar a vaga.

Essa etapa vai representar praticamente 90% da avaliação.

Os outros 10% serão divididos entre a análise de currículo e uma entrevista pessoal.

Na prova, os recém-formados vão responder as perguntas sobre clínica médica, pediatria, cirurgia, obstetrícia, ginecologia e medicina social.

Já na parte prática da seleção, os candidatos são expostos a alguns casos clínicos e precisam desenvolver suas atividades médicas enquanto estão sendo examinados por uma banca examinadora.


Estudar Para Passar no Processo Seletivo da Residência Médica

Especialistas afirmam que ingressar na residência médica pode ser mais difícil do que passar no próprio vestibular para medicina, pois existe uma enorme concorrência entre algumas especialidades.

Em razão dessa dificuldade estão surgindo cursinhos preparatórios para poder dar um auxilio melhor aos estudantes, os cursos são direcionados em uma revisão dos conteúdos de forma que possa auxiliar os médicos a reforçarem os conteúdos e aprenderem alguns truques de memorização.

Durante todo o ano são oferecidas mais de sete mil vagas para residências médicas e nesse mesmo período mais de dez mil médicos surgem no País, sendo que três mil profissionais decidem não realizar a residência médica.

Mesmo que eles não se especializem em nenhuma área da medicina, podem exercer a profissão sem nenhum problema, mas não terão nenhum titulo de especialistas, ficam então, atuando como clínicos gerais.

• Qual a Duração da Residência Médica?

A duração pode variar conforme a especialidade que foi escolhida.

Mas no caso de residência na área cirúrgica, é preciso um período de estudos de aproximadamente dois anos voltado para a cirurgia geral.

No geral as residências podem durar de dois a quatro anos, dependendo da complexidade da especialidade médica.

•Como Escolher a Especialidade da Residência Médica?

Existe uma pequena pressão na hora de escolher a profissão antes de prestar o vestibular, na grande maioria das vezes, não se compara com a decisão pela especialidade médica.

Para saber qual a Residência ideal, primeiro é preciso compreender quais as características que cada especialidade tem e como vai ser a rotina de trabalho.

A escolha precisa ser realizada baseando-se em três fatores: as aptidões, personalidade e algumas das especialidades.

O importante é encontrar uma modalidade de Residência Médica que seja de acordo com o seu perfil e cujas habilidades primordiais para a realização do ofício estejam em conformidade com as suas capacidades.

• Se Preparando Para o Processo Seletivo de Residência Médica 

É muito importante que você estude muito, pois o nível de concorrência é alto e para conseguir uma vaga você deve estar por dentro de todo o conteúdo que é cobrado pela banca examinadora.

Mesmo que seja bem complicado, não é nada impossível, os médicos que se dedicam e já têm uma meta determinada, conseguem estudar e alcançam com êxito sua vaga

O processo seletivo da residência médica pode ser conquistado e caso você tenha algumas dúvidas pode ser interessante buscar auxilio em um bom curso preparatório para que realize a prova com perfeição.

Veja mais dicas para você se preparar para a residência médica!

Gostou deste artigo? Então deixe o seu comentário aqui embaixo e veja outros conteúdos que provavelmente você irá gostar!

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL