Como Saber se Escolhi a Especialidade Médica Certa Para Mim

Como Saber se Escolhi a Especialidade Médica Certa Para Mim

A rotina, demanda da área e, principalmente, a sua satisfação com a especialidade, sem focar muito no retorno financeiro, são igualmente importantes de serem avaliadas.

Com a formação acadêmica em medicina chega a hora de escolher em que área se especializar, que demanda mais alguns anos de estudo até realmente se engajar na profissão.

A medicina atende a várias áreas distintas, partindo da clínica geral para especialidades especificas como a geriatria, pediatria, ginecologia e muitas outras.

A lista é grande e deixa em dúvida sobre o que escolher para se especializar, já que o profissional atuará nesta área pelo resto de sua carreira.

A maioria dos jovens vai atrás daquilo que mais se identificou ao longo do curso, fazendo ou uma pós-graduação ou partindo para a residência médica.

Mas no meio do caminho dúvidas podem surgir e a principal delas é se estamos no lugar certo.

Se identificar com a área na faculdade não dá nenhuma garantia que, na prática, você irá gostar de estudar e atuar com aquilo por toda sua vida profissional.

E aí neste ponto que passamos a nos questionar se escolhemos a especialidade médica ideal, a que é certa para nós mesmos.

Seja no meio da especialização ou no início, você pode avaliar alguns pontos para entender se realmente está no caminho certo.

Para te ajudar, separamos algumas questões que você pode avaliar para ter certeza do que quer.

questões que você pode avaliar para ter certeza do que quer.

» Pense na Especialidade Como Um Todo

Você precisa levar em consideração o que gosta de fazer e comparar isso com todos os pontos que envolvem essa especialidade.

Dúvidas como se irá conseguir lidar com a ansiedade dos pacientes e como vai controlar seu próprio emocional, são pontos importantes para entender o que a especialidade pode acarretar a você.

A rotina, demanda da área e, principalmente, a sua satisfação com a especialidade, sem focar muito no retorno financeiro, são igualmente importantes de serem avaliadas.

Descubra suas habilidades e faça um planejamento dos seus objetivos de carreira!

» Há Vagas

Especialidades como intervencionistas, como as áreas cirúrgicas, costumam ter um número menor de especialistas comparadas a outras categorias, como a pediatria por exemplo.

Como são áreas em que o menor erro pode resultar em uma sequela e até mesmo a morte do paciente, não é todo mundo que consegue encarar a especialidade e por isso existem um número menor de profissionais.

Mas pense bem, pois ter mais facilidade de entrar no mercado e se estabelecer, não deve ser o único fator para que você se sinta bem em uma área médica.

» Sempre Repense a Sua Escolha

Assim como toda profissão, a medicina tem seus ônus e bônus.

Então pare um pouco para pensar sobre a especialidade que escolheu e suas atividades, avaliando se você tem capacidade ou não.

Você conseguirá, por exemplo, ficar muitas horas em pé ou trabalhar no regime de plantão, que dura 12 horas? Faça questões como essas e as avalie.

O mais importante é você pensar para frente e se consegue se ver fazendo isso por um longo período de tempo.

» Fator Financeiro

Se a sua especialidade permite que você trabalhe na área clínica e tenha o seu próprio estabelecimento, faça uma análise primeiro.

Lembre-se que você terá que arcar com muitos equipamentos, terá condições para isso?

O retorno não é imediato, então repense se o que você escolheu é adequado a suas condições financeiras no momento, para que não dê um passo maior que a sua perna.

Gostou deste artigo? Então deixe o seu comentário aqui embaixo e veja outros conteúdos que provavelmente você irá gostar!

 

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL