banner desktop banner mobile

Saiba Como Funciona o Cursinho Para Prova de Residência Médica

Saiba Como Funciona o Cursinho Para Prova de Residência Médica

A medicina é há muitas décadas o curso mais concorrido do país e ela traz consigo não só a dificuldade do ingresso nas universidades, mas também um curso intenso em período integral, caro e por fim, ainda exige do profissional um segundo vestibular – a prova para acesso aos cursos de residência médica, que são a pós-graduação dos médicos.

Antes de ingressar na residência, os profissionais podem trabalhar como médicos generalistas, tanto em hospitais como unidades básicas de saúde, assim conseguem criar a experiência necessária para prova.

Até aí você estará se preparando para se especializar em alguma área da saúde.

Não só a prova é difícil, como também a diferença entre a remuneração.

Um clínico geral pode alcançar o salário de R$ 9 mil por mês, mas como residente ele ganhará uma bolsa auxílio na faixa dos dois mil reais.

A abdicação de um lado também deixa dúvidas de outro, já que a taxa de inscrição do exame pode chegar a custar no mínimo R$ 300,00.

Nem todo profissional se especializa, mas ter uma pós ajuda a ter um caminho mais promissor na profissão, algumas áreas longes do plantões de 12 horas.


  • De Onde Começar

Como é uma prova difícil, alguns profissionais começam a se preparar ainda durante o curso de medicina.

Uma opção viável são os cursinhos, semelhantes ao de pré-vestibular, mas com foco na residência.

Não é todo mundo que gosta ou consegue estudar por conta, nessa hora um curso preparatório entra como uma mão na roda.

Nele você vai rever matérias desde o início do curso, podendo atualizar seus conhecimentos.

Saiba mais dicas de coaching para ficar totalmente preparado para a residência.

  • De Tudo um Pouco

Provavelmente para alcançar seu sonho de ser médico, você dedicou alguns anos do ensino médio – talvez os três – para a escola e o cursinho pré-vestibular, que te ajudou bastante.

Os cursos pré residência médica funcionam com o mesmo propósito: a revisão do conteúdo.

Como dito a cima, você verá materiais que teve no primeiro semestre até o último, mas de uma forma mais organizada.

Desta maneira, será possível se atualizar sobre o curso e também relembrar alguns pontos que, talvez, você não tenha fixado bem durante a faculdade.

  • Vai Levar Tempo

A prova de RM tem uma taxa cara e é bastante difícil, por isso a consideram o segundo vestibular dos médicos.

Ela exige tanto o conhecimento teórico como prático, além de analisar o seu currículo e realizar entrevistas.

Destas três etapas, 90% consiste no conteúdo teórico, mas o médico também precisará ter exercido alguns anos a profissão, por conta da prova prática.

Algumas pessoas, como dissemos a cima, iniciam os cursinhos ainda na faculdade, dedicando os últimos anos para ambos os estudos.

Vai da sua necessidade em relação a especialização, se você quiser isso mais de imediato, vale a pena investir no curso.

Mas se você tem intenção em se dedicar primeiro a alguns anos trabalhando, então deixe para focar quando sentir a real necessidade de ingressar na residência.

Nem todo mundo se forma sabendo a qual área da saúde quer seguir.

Gostou deste artigo? Então deixe o seu comentário aqui embaixo e veja outros conteúdos que provavelmente você irá gostar!

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL