banner desktop banner mobile

[Vídeo 22] Como saber o que estudar para Residência Médica?

[Vídeo 22] Como saber o que estudar para Residência Médica?

Separamos 4 dicas valiosas para você começar os estudos!

Sabemos que estudar para residência médica não é fácil, começar então…nem se fala!

Ainda mais quando você está perdido e não sabe por onde começar, sabemos disso porque por aqui passaram vários médicos com esse mesmo problema, desesperados, com vários conteúdos mas sem saber como organizar e começar a estudar.

Se você se identificou com esses problemas, então você precisa assistir o vídeo dessa semana da série Universo Médico!

Siga todas as dicas e tenho certeza que você estará no caminho certo, e se precisar daquele empurrãozinho, já sabe né? Fale com um de nossos especialistas, e vamos te ajudar!


Aperte o PLAY e confira tudo sobre como se preparar para a residência médica!

Vá direto para o que te interessa! Confira abaixo os temas abordados em cada minuto do vídeo:



» 00:01 até 01:20 –  Começando a preparação para as provas

» 01:21 até 02:53 – Conheça o edital das suas provas

» 02:54 até 04:08 – Crie um método de estudos próprio

» 04:09 até 06:16 – Pratique com provas anteriores

» 06:17 até 08:02 – Mantenha-se organizado

» 08:03 até 08:44 – Mais de 13 mil médicos já passaram pelo Medcoach


Ou confira o conteúdo do vídeo, abaixo:

Se você pretende prestar provas de residência médica já deve estar cansado de ouvir quanto a concorrência é grande, essas provas são consideradas tão difíceis quanto o próprio vestibular de medicina, com índices altíssimos de candidatos por vaga, isso vale tanto para as provas de residência médica em especialidades e instituições mais procuradas, como também aquelas menos procuradas, pois o número de candidatos acaba sempre sendo proporcional as vagas.

Por isso os estudantes começam a se preparar para as provas de residência médica antes mesmo de terminar sua graduação, há também aqueles que se inscrevem em cursos preparatórios ou até mesmo buscam processos de coaching para aprender a organizar os estudos e trabalhar suas competências.

Estar preparado para a prova não significa apenas dominar o conteúdo, o sucesso envolve desenvolver novos comportamentos, planejamento, organização, motivação e confiança.

E hoje vamos falar sobre um tema que por mais básico que seja, não deixa de ser importante, principalmente para quem está na busca desse desenvolvimento, estou falando sobre como saber o que estudar.

Sempre falamos isso, mas é bom reforçar:

Não existe fórmula mágica para passar na prova de residência médica

O único jeito de alcançar a aprovação, é por meio dos estudos e isso requer muita dedicação, motivação e força de vontade.

Agora tendo isso em mente, vou te dar algumas dicas de como saber qual conteúdo você deve estudar durante sua preparação para as provas:


1 – Conheça o edital das suas provas

Isso é bem óbvio, não é?

Mas muita gente abre o edital, vê o prazo de inscrição e pronto, acham que já sabem tudo que precisam para a prova.

Não cometa esse erro, defina com antecedência a especialidade que você prestará residência.

Tendo isso definido, junto com o material completo do edital você terá um combo das informações necessárias.

Não tem o edital desse ano ainda?

Calma, você pode se basear pelo edital do ano passado.

Só não pode deixar de checar o edital, é nele que você terá acesso às referências bibliográficas que serão abordadas na prova e isso já serve como base do que você precisa estudar.


2 – Crie seu próprio método de estudos   

Se você já sabe que tipo de bibliografia vai cair na prova, então agora é hora de você organizar seus estudos, como vai distribuir seu tempo para estudar cada assunto, para isso precisa criar um método de estudos feito sob medida para você.

Mas porque esse método de estudos precisa ser exclusivo?

Porque cada pessoa aprende de um jeito.

Pense no método de estudos como sendo uma roupa feita sob medida, ela dificilmente servirá em outra pessoa, é algo exclusivamente seu.

Além disso, cada pessoa tem um ritmo, algumas são rápidas e outras são mais lentas.

Cada uma tem suas dificuldades e facilidades.

Outras coisas que deve pensar, por exemplo, são:

Prefere cursinhos online ou presenciais?

Gosta de estudar em grupo ou sozinho?

Essas coisas farão diferença na hora de criar seu método exclusivo de estudos.



3 – Pratique com provas anteriores

 A essa altura você já tem uma ideia do conteúdo que deve estudar e como criar um bom planejamento de estudos, que se encaixe nas suas necessidades.

O que precisa fazer agora?

Colocar em prática o que aprendeu, e pode fazer isso por meio de provas dos anos anteriores.

É muito fácil encontrar provas antigas, você pode conseguir elas nos sites das instituições, por exemplo.

Mas nós sabemos como a vida do estudante de medicina é corrida, por isso já separamos aqui algumas provas que vocês podem estar baixando:

Praticar com as provas antigas vai te ajudar a se familiarizar com o modelo e o conteúdo das provas das instituições que você deseja prestar e da especialidade que escolheu.

Além de que, sempre acontece de terem questões dessas provas antigas, e mesmo que não tenham, você já vai estar habituado a resolver questões nesse modelo, afinal, a linha de raciocínio é a mesma.

Então use as provas antigas para aprender a estrutura da prova que você deseja prestar.

É recomendado também, que você tire um dia da semana só para fazer essas provas, você pode adicionar isso ao seu método de estudos, incluindo ele no seu plano de estudos.

Isso vai ser ótimo também para você testar seu tempo, será que você consegue resolver cada questão no tempo correto, ou gasta mais tempo do que devia?

Será que consegue terminar a prova toda dentro do tempo?

Isso você só vai descobrir se fizer as provas antigas, e de preferência, com o tempo real da aplicação da prova.

Depois é só corrigir a prova com o gabarito que você já tem, e analisar onde estão seus erros e dificuldades, será que é no conteúdo? No tempo? Na autoconfiança?

E é justamente por sabermos da diferença que isso faz na preparação dos estudantes, que criamos uma plataforma exclusiva para nossos alunos, nela eles têm acesso a provas de dezenas instituições, e com isso, vão muito mais preparados para o dia da prova.

Agora que você já conhece esse segredo, vai conseguir se preparar melhor para as provas.


4 – Mantenha-se organizado

Se você quer passar na residência médica, não pode deixar a organização de lado, ela é fundamental durante esse processo.

Mas de que tipo de organização estamos falando?

Todo tipo, desde coisas simples como “onde deixei os materiais?”, também naqueles dias onde você não a mínima energia para estudar, na hora de criar e seguir um cronograma de estudos.

Mas como essas coisas vão te ajudar a ser aprovado?

Se você deixar seus materiais isso vai te ajudar a não se perder e a manter o foco, se você não precisar perder tempo e energia procurando seus materiais, vai conseguir tirar mais proveito dos estudos.

E quanto àqueles dias em que você não tem a mínima vontade de estudar? Ter um cronograma vai te ajudar com isso, quando você tem um planejamento detalhado do que precisa estudar, você tem ciência do que já estudou, do que precisa estudar e do que precisa revisar, dessa forma se sentirá mais motivado e dificilmente se desviará de seu cronograma.

Dessa forma, terá ciência do passado, presente e futuro, e seu progresso ficará muito mais visível, além de se sentir muito mais motivado.

Então mantenha suas coisas organizadas, desde os materiais até mesmo sua rotina, isso vai fazer com que você comece a entrar em performance nos estudos.

A junção dessas 4 super dicas, vão te ajudar a atingir performance de estudos, ter energia e motivação, e alcançar seu objetivo de ser aprovado na residência médica.


Esperamos que tenham gostado do conteúdo desse vídeo.

E continuem ligados que vem muito mais conteúdo por ai!!

Confira a série completa aqui: Série Universo Médico.

 

Conteúdos relevantes

Deixe um comentário

Dar nossa contribuição para a carreira médica é o melhor jeito de contribuir com a evolução da saúde no país. Junte-se a mais de 35 mil médicos e receba dicas e conteúdo exclusivo.

RECEBA GRÁTIS CONTEÚDOS EM SEU E-MAIL